Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 15/04/2014
  • 11:28
  • Atualização: 11:29

Alvo de clube chinês, Juan tem pressa para definir situação no Inter

Zagueiro admitiu vontade de permanecer no Beira-Rio

Alvo de clube chinês, Juan tem pressa para definir situação no Inter | Foto: Halder Ramos / CP Memória

Alvo de clube chinês, Juan tem pressa para definir situação no Inter | Foto: Halder Ramos / CP Memória

  • Comentários
  • Lancepress

Um dos líderes do elenco do Inter, pela experiência e currículo, o zagueiro Juan não tem permanência garantida até o final do ano no clube gaúcho. O camisa 4 tem contrato se encerrando em julho e tem pressa para tratar da renovação. Recentemente, foi sondado por um clube do futebol chinês, mas quer permanecer no Brasil.

A prioridade é renovar com o Inter. Inclusive, há uma cláusula que renova o vínculo de maneira automática. Só que, por conta do novo cenário do futebol, os valores do contrato serão rediscutidos. É necessário uma readequação.

O assunto ainda não foi tratado. O empresário Tadeu Oliveira não entrou em contato com a diretoria colorada pelo momento. O clube acabou de passar por dois eventos de reinauguração do Beira-Rio e pelas finais do Campeonato Gaúcho. Mas a ideia do agente é que o assunto seja definido até o final de abril. "Ainda não me reuni com a diretoria. Não era o momento para isso. Mas esperamos definir este assunto até o final do mês. O Juan mesmo estava me perguntando disso", comentou Oliveira.

Sem a permanência definida, Juan foi sondado por um clube chinês. Rechaçou a oferta, que é boa financeiramente, porque está adaptado a Porto Alegre, assim como a família. O Flamengo, clube que o revelou para o futebol, não entrou em contato, garante Oliveira. "Temos uma reunião do departamento de futebol nesta terça e vamos definir estas questões. A sequência do Juan é uma delas, vamos debater", disse o diretor de futebol Eduardo Lacher.

Juan é titular de Abel Braga, mas ficou no banco de reservas do clássico Gre-Nal, para que Ernando atuasse ao lado de Paulão. O defensor de 35 anos estava retornando de lesão sofrida quinze dias antes e Abel preferiu segurá-lo.

Bookmark and Share