Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 17/04/2014
  • 08:11

Koff evita entrevistas após goleada em Gre-Nal

Jogadores do Grêmio pediram desculpas depois da derrota na final do Gauchão

Koff evita entrevistas após goleada em Gre-Nal | Foto: Mauro Schaeffer / CP Memória

Koff evita entrevistas após goleada em Gre-Nal | Foto: Mauro Schaeffer / CP Memória

  • Comentários
  • William Lampert / Correio do Povo

Falar depois de uma derrota é doloroso. Após uma goleada diante do seu maior rival, em uma final, é ainda pior, mesmo que muitas vezes seja justamente por causa disso mais necessário nestes casos, devido à preocupação do torcedor. Desde domingo, treinador, integrantes do departamento de futebol e jogadores já se manifestaram, em um quase unânime pedido de desculpas. Faltou, porém, a figura mais emblemática do Grêmio: Fábio Koff.

O presidente gremista mantém-se em silêncio público desde o final de semana. Nos bastidores, teve conversas com Marcos Chitolina e Rui Costa, os homens do futebol, mas ainda não externou o seu sentimento sobre o clássico Gre-Nal. A reportagem do Correio do Povo tentou ouvi-lo, tanto na terça-feira como ontem. Em nenhuma delas teve um sim como resposta.

No domingo, após a vitória do Inter por 4 a 1, Enderson Moreira foi o primeiro a falar. O pós-jogo gremista foi seguido pelos dirigentes de futebol, Rui Costa e Marcos Chitolina. Na reapresentação gremista, na terça-feira à tarde, foi a vez de Barcos, exercendo a função de capitão da equipe e líder do elenco. Nessa quarta-feira, Marcelo Grohe e Ramiro concederam entrevista. Quase sempre o pedido de desculpas esteve presente.

"O Gre-Nal foi duro para todos nós. A gente tem que aprender com os nossos erros. É o que nos resta. Não adianta ficar lamentando o que passou. Estamos envergonhados com o que aconteceu. Concordo com o que falou o Barcos ontem (terça-feira): dá vergonha até de sair de casa, mas a resposta tem que ser dada dentro de campo", disse o goleiro.

Os jogadores tentam esquecer o clássico, embora seja uma tarefa difícil nesta semana. "O resultado machucou, mas já é uma página virada. O mundo do futebol é redondo. Temos a chance de recuperação contra o Atlético-PR e o San Lorenzo na próxima semana", ressaltou o volante Ramiro.

Bons resultados nos próximos dois confrontos podem ajudar o torcedor a esquecer um pouco da dolorosa decisão do Campeonato Gaúcho.

Bookmark and Share