Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
11ºC
Amanhã
13º 25º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

20/04/2014 19:13 - Atualizado em 20/04/2014 19:14

“Todos nós dependemos de resultado”, diz Rui Costa após derrota

Pressão sobre técnico Enderson Moreira aumentou depois de nova atuação ruim do Grêmio

A pressão em cima do técnico Enderson Moreira aumentou depois de mais uma derrota com atuação ruim do Grêmio. Após a partida contra o Atlético-PR, o discurso do diretor-executivo Rui Costa foi de cobrança. Embora tenha evitado fazer análises, por exemplo, das mudanças do treinador na equipe durante o jogo, ele não escondeu que os resultados são fundamentais para o seguimento do trabalho.

“No futebol, todos nós dependemos de resultado. A equipe do Grêmio era tida como a que talvez praticasse o melhor futebol do Brasil. Tivemos um insucesso no Campeonato Gaúcho, uma derrota que marcou muito pela forma como foi. Hoje, iniciamos o Brasileiro contra uma equipe que vinha mobilizada também e não adianta eu dizer que eles fizeram o gol em uma chance e o Grêmio teve supremacia no restante do tempo. Futebol é resultado e todos nós aqui no vestiário sabemos isso. Temos que buscar esse resultado, não adianta só jogar bem”, disse Rui Costa.

Rui Costa seguiu com o discurso forte e ressaltou a necessidade de um bom resultado contra o San Lorenzo nesta quarta-feira, às 22h, pela Libertadores. “Se a gente conseguir vencer quarta-feira jogando mal, tem que vencer. Se tiver que ser na porrada, quebrando a bola, o Grêmio trazer o resultado positivo de novo para seguir forte e para ter o torcedor confiante”, seguiu.

Questionado se a pressão sobre Enderson Moreira poderá se tornar forte demais em caso de derrota na Argentina, Rui Costa evitou colocar o cargo do treinador em questão. No entanto, deixou claro que a situação do técnico não está garantida. “O resultado contra um adversário da qualidade do San Lorenzo em uma competição que é muito importante para nós, vai abalar qualquer situação. O Enderson sabe disso, a gente conversa sobre isso. É natural, o torcedor quer vencer, está chateado e o treinador recebe muitas críticas. Mas não só ele, todos nós recebemos. Todos somos responsáveis e temos que criar um ambiente favorável para quarta-feira acontecer tudo diferente”, completou.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.