Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 21/04/2014
  • 09:56
  • Atualização: 10:08

Inter encaminha reforços, mas não buscará atletas renomados

Direção colorada estaria de olho em Rithely do Sport

Dirigentes garantem que há condições de pagar os cinco milhões de dólares por Aránguiz | Foto: Ricardo Giusti

Dirigentes garantem que há condições de pagar os cinco milhões de dólares por Aránguiz | Foto: Ricardo Giusti

  • Comentários
  • Lancepress

O Inter está com reforços engatilhados para a sequência do Campeonato Brasileiro. Mas, pelo discurso da diretoria, não irá buscar jogadores de renome. Com o grupo fechado pela postura neste ano, o Colorado não quer dar qualquer chance de estremecer a harmonia interna. O nome de Sandro, sondado há alguns meses, por exemplo, é praticamente descartado em conversas informais por conta dos altos valores.

A diretoria entrou em contato com o empresário do jogador há cerca de dois meses. A situação de Sandro no Tottenham teve uma reviravolta nos últimos dias por conta de algumas declarações do técnico Tim Sherwood, que está de saída do clube. Ainda assim, o Inter não cogita uma investida.

Um dirigente colorado afirmou que a ideia não é arriscar em nomes do peso de Sandro. Primeiro, por conta do grupo estar fechado com os nomes já existentes. Segundo, porque há um jogador para a posição já encaminhado. Rithely, do Sport, será jogador colorado após as finais do Pernambucano. "Temos algumas coisas bem encaminhadas. São questões pontuais que oportunamente vamos passar para vocês", limitou-se a dizer o vice de futebol Marcelo Medeiros.

O Colorado também busca um jogador de velocidade, a pedido de Abel Braga, que fala neste jogador desde o início do ano. E a lateral direita também pode ser reforçada, já que, no elenco, dois jogadores na casa dos 20 anos: o titular Gilberto e a promessa Cláudio Winck. O clube coloca publicamente que busca de dois a três reforços para a sequência da temporada.

A situação dos jogadores presentes no elenco devem se encaminhar em breve. Os dirigentes trabalham e garantem que há condições de pagar os cinco milhões de dólares pelo chileno Aránguiz, emprestado até agosto. E precisam renovar o contrato de Juan, que termina em julho. Há ainda a situação de Índio, que também tem vínculo até a metade do ano.

Bookmark and Share