Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 21/04/2014
  • 18:03
  • Atualização: 21:42

Inter promete solução para filas no Beira-Rio

Vice de administração, José Amarante, disse que clube irá aumentar número de bilheterias para jogo com Sport

Torcedores tiveram problemas para acessar o Beira-Rio no sábado | Foto: Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP

Torcedores tiveram problemas para acessar o Beira-Rio no sábado | Foto: Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

O sábado de volta do Inter ao Beira-Rio foi também de problemas no acesso dos torcedores ao estádio. Longas filas se formaram para a compra dos ingressos e muitos colorados perderam boa parte da partida contra o Vitória. O vice de administração do clube, José Amarante, afirmou nesta segunda-feira que foi surpreendido com a chegada do público em cima da hora do jogo e, por isso, o número de bilheterias não foi suficiente para evitar filas.

• Inter faz o dever de casa e bate o Vitória por 1 a 0 no Beira-Rio


“Nós tínhamos 15 bilheterias funcionando. Imaginamos que o torcedor fosse ir mais cedo para o estádio. Abrimos os portões cedo, 16h15min, mas ocorreu uma concentração grande de torcedores para comprar ingresso 30 minutos antes de começar o jogo. Muitos torcedores até do interior do estado vieram por razão do feriado e isso nos pegou de surpresa. Nos demais jogos, os torcedores entraram cedo para conhecer o estádio. Dessa vez foi como acontecia antigamente, quando o pessoal demorava para entrar”, disse Amarante à Rádio Guaíba.

O vice de administração, no entanto, garantiu que para o próximo jogo no Beira-Rio, dia 4 de contra o Sport, o Inter irá quase triplicar o número de bilheterias abertas. “Fomos porque esperávamos que os torcedores fossem esperar tanto para chegar ao estádio. Estamos nos preparando para o jogo no dia 4, quando teremos 40 bilheterias funcionando para que isso não aconteça mais”, garantiu.

Outro problema enfrentado pelos torcedores foi na falta de identificação nos setores destinados a quem tem cadeiras locadas. Ali, torcedores que não adquiriram os assentos ocuparam o local causando confusão com os locatários. Amarante garantiu também que esse problema será resolvido já para o confronto com o Sport.

“Nós dividimos o estádio por setor nesse jogo. Talvez tenha faltado um pouco de orientação. Nós queríamos priorizar o setor para o torcedor que não tem cadeira se acostumar com os locais reservados para quem tem. No entanto, ali não havia identificação de cada dono de cadeira. Mas para o jogo do dia 4 teremos a identificação correta. Cada sócio vai sentar no seu lugar próprio no estádio. Quem estiver em cadeira que não é a sua será orientado pelo clube a deixar aquele local”, completou.

Bookmark and Share