Porto Alegre, sábado, 29 de Novembro de 2014

  • 23/04/2014
  • 12:33
  • Atualização: 13:01

Grêmio encara San Lorenzo para aliviar pressão na temporada

Tricolor tem primeira decisão nas oitavas da Libertadores a partir das 22h

Grêmio encara San Lorenzo para aliviar pressão na temporada | Foto: Raul Arboleda / AFP / CP

Grêmio encara San Lorenzo para aliviar pressão na temporada | Foto: Raul Arboleda / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A tabela da primeira fase da Libertadores aponta que o Grêmio tinha tudo para viver o auge da temporada, principalmente depois de fazer a segunda melhor campanha do torneio e classificar em primeiro lugar em um grupo considerado da "morte". A decisão do Gauchão mudou isso e com ela veio mais uma derrota no Brasileirão. Nesta quarta-feira, diante do San Lorenzo, o Tricolor quer a recuperação justamente nas oitavas de final, tudo para aliviar a pressão da torcida e garantir uma sobrevida ao técnico Enderson Moreira. O jogo começa às 22h no estádio Nuevo Gasómetro.

CORREIO DO POVO TRANSMITE O JOGO MINUTO A MINUTO A PARTIR DAS 22h

Os últimos dias do Grêmio não tem sido bons para jogadores e comissão técnica. A goleada no último clássico Gre-Nal ainda é uma dor de cabeça no vestiário, tanto que o presidente Fábio Koff apressou-se em conceder uma entrevista coletiva e explicar que Enderson segue no comando do time, ao menos até hoje. O dirigente afirmou que no jogo de hoje o Grêmio ao menos terá um espírito digno de Libertadores. "Priorizamos a Libertadores e nela o rendimento nos satisfaz. Não me agradou o estado anímico da equipe, entendi que a capacidade de indignação e inconformidade não foi tão grande como a nossa de torcedor, vim fazer algumas colocações e recebi as explicações plausíveis e aceitáveis”, destacou.

Até mesmo o meia Zé Roberto, um dos jogadores mais experientes do grupo, comentou que a pressão por bons resultados aumentou nos últimos dias. "Por conta do número de jogos, a nossa produção caiu, mas não estamos correndo atrás de desculpas ou transferindo a responsabilidade", analisou.

Ramiro, assim como o camisa 10, acredita na recuperação gremista dentro da Libertadores. "Depende apenas de nós mesmos para reverter aquilo que não está dando certo e, com bom futebol, com a volta dos gols e das vitórias, readquirir a confiança, principalmente, do nosso torcedor, que é para quem treinamos e jogamos dentro de campo. Podem ter a certeza de que vamos lutar com todas as nossas forças pela camisa do Grêmio", garantiu.

A pressão vinda da torcida gremista é forte e só aumenta quando o time perde peças importantes no momento decisivo. Hoje à noite, o Grêmio não poderá contar com o zagueiro Rhodolfo e o lateral-esquerdo Wendel. Geromel e Léo Gago devem ser aproveitados por Enderson. A opção pelo volante na ala canhota deixa claro que o técnico não quer arriscar o garoto Breno em um jogo importante.

A presença do goleiro Marcelo Grohe é incerta. Nessa terça-feira, Tiago treinou no gol e pode jogar. A boa notícia é que Luan ficará ao menos à disposição para o segundo tempo. O meia-atacante deve atuar com uma proteção na mão para evitar uma nova fratura.

O restante da equipe deve ter Werley na defesa, além de Edinho, Riveros, Ramiro, Dudu e Zé Roberto no meio-campo. Barcos será o único atacante do Grêmio no jogo de hoje. 

San Lorenzo também quer superar desconfiança

Grêmio e San Lorenzo vivem um momento de desconfiança na temporada 2014. O time argentino está no modesto sétimo lugar no Campeonato Argentino e vem de uma classificação sofrida na Libertadores. Além disso, nos dois últimos jogos, contra Boca Juniors e Newell's, a equipe não conseguiu marcar gols, algo necessário para quem começa uma decisao como mandante. 

O técnico Edgardo Bauza demonstrou ter bastante conhecimento do Grêmio, citando suas principais virtudes e valores dentro do campo. "Pelo que tenho visto, tem quatro vitórias e dois empates. É um time que não vem bem no campeonato local, mas que tem alguns valores. Joga melhor de visitante", comentou.

Para o comandante, que trabalhou com Barcos na LDU, a velocidade do Grêmio preocupa. "Eles costumam jogar no esquema 4-2-3-1, típico dos brasileiros. O Grêmio tem dois centrais no meio-campo e creio que pode usar Ramiro no flanco direito e Zé Roberto no outro. No centro, acredito que Dudu ou Luan serão usados. De qualquer maneira, eu me preocupo porque Ramiro, Dudu e Zé Roberto são muito rápidos. É preciso cuidar disso", alertou.

O San Lorenzo não deve ter a presença de Blandi, com problema no pé. Romagnoli também é desfalque, suspenso. A tendência é que a equipe que teve boa atuação contra os cariocas seja repetida nesta quarta. O grande destaque é Correa, de 19 anos, que está sendo pretendido pelo Atlético de Madrid e pode se transferir após o fim da Libertadores.

Libertadores 2014 - Oitavas de final


San Lorenzo
Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Mas; Villalba, Mercier, Ortigoza, e Piatti; Correa e Mauro Matos. Técnico: Edgardo Bauza.

Grêmio
Marcelo Grohe (Tiago); Pará, Werley, Pedro Geromel e Léo Gago; Edinho (Luan), Ramiro, Riveros, Zé Roberto e Dudu; Barcos. Técnico: Enderson Moreira.

Local: Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires.
Árbitro: Enrique Osses (Chile)
Auxiliares: Carlos Astroza e Sergio Roman (Chile)

Bookmark and Share