Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
18º 25º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

27/04/2014 13:27 - Atualizado em 27/04/2014 13:41

Liverpool escorrega na pressão em Anfield e cai diante do Chelsea

Falha de Gerrard, gols de Demba Ba e Willian estragam a festa armada pelos Reds

Suárez não viu a cor da bola, porque ela não chegava<br /><b>Crédito: </b> Andrew Yates / AFP / CP
Suárez não viu a cor da bola, porque ela não chegava
Crédito: Andrew Yates / AFP / CP
Suárez não viu a cor da bola, porque ela não chegava
Crédito: Andrew Yates / AFP / CP

A torcida do Liverpool precisou engolir a derrota para o Chelsea por 2 a 0 em pleno Anfield neste domingo. É uma questão de resistência no cenário atual da Premier League. Tudo parece ser mais sofrido para esta que é uma das torcidas mais incríveis do futebol. O time, que poderia ser consagrado campeão nesta rodada, adiou a festa.

Gerrard não pode ser apontado como vilão, por tudo o que já dedicou ao Liverpool. Com a vantagem conseguida nos acréscimos do primeiro tempo, o Chelsea ficou dono do jogo. Afinal, a pressão estava toda sobre o Liverpool. Prova desta tensão foi o silêncio que se estabeleceu no estádio.

Mourinho passou a jogar como gosta. Chamou o adversário, porém o bloqueando na entrada da área. O Liverpool não encontrava espaços para construir jogadas. Chances, só em chutes de fora da área. Como o de Allen, que obrigou Schwarzer a fazer grande defesa. Suárez não viu a cor da bola, a defesa não deixou a bola chegar nos pés do jogador do Liverpool.

O espaço dado pelo Chelsea permitia ao Liverpool pressionar no abafa. Suárez teve a sua melhor chance nos acréscimos, mas o arremate foi defendido por Schwarzer. Só que a estratégia de Mourinho transforma os Blues em um time traiçoeiro. O contra-ataque sonhado é encontrado, Fernando Torres avançou por um campo vazio, não havia oponentes, o espanhol só rolou para Willian tranquilamente aumentar a tristeza em Anfield.

O Liverpool não furou a retranca. O campeonato está aberto, os Reds tem 80 pontos, contra 78 do Chelsea e 74 do City (que ainda joga neste domingo, contra o Crystal Palace). Ainda faltam dois jogos para Liverpool e Chelsea, e três para o Manchester City. O drama ainda terá capítulos pela frente.

Esta partida foi um momento que certamente entrará para a história. Se o Liverpool ganhar o título, será lembrada como uma anedota contada pelos torcedores por anos. Caso contrário, vai ser o lance que exemplificará uma espécie de maldição, azar que só o torcedor verdadeiro do futebol entende e acredita.


Bookmark and Share



Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.