Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 27/04/2014
  • 20:35

Goiás joga mal, mas bate o Criciúma

Amaral fez o único gol da partida

  • Comentários
  • Lancepress

Goiás e Criciúma não jogaram bem, não criaram muitas chances, não empolgaram o torcedor em Itumbiara. Mas o Esmeraldino, que foi mandante a 200 quilômetros de casa por causa de uma punição do STJD, aproveitou melhor uma das raras chances que teve e venceu por 1 a 0, neste domingo, pela segunda rodada do Brasileirão. Amaral, capitão do time, fez o gol do triunfo. Com o resultado, o Goiás chegou a quatro pontos na Série A. Já o Criciúma continua zerado na tabela. 

A maior parte do primeiro tempo foi tão ruim que o árbitro não quis nem dar acréscimo. Foram 30 minutos de absoluto vácuo de emoções na partida. Times que não se acertaram na frente, preocuparam-se mais em se defender do que acertar jogadas no ataque. Uma sessão de erros, o que transformou o jogo em uma chatice.
Mesmo desorganizado, o Goiás foi o primeiro a tomar a iniciativa de impedir que os torcedores caíssem no sono. David, em jogada individual, teve uma chance de ouro, mas Bruno fechou muito bem o ângulo.

A defesa fez o Criciúma acordar. O Tigre construiu duas boas ocasiões, que culminaram em finalizações perigosas de Bruno Lopes - uma delas de cabeça, que iria no ângulo, foi espalmada por Renan.

No segundo tempo, o cenário de um futebol tenebroso voltou a se repetir. A diferença que a falta de inspiração demorou mais para ir embora. Até porque o Criciúma voltou mais recuado.

Na única jogada bem articulada da etapa final, já aos 36 minutos, Wellington Júnior matou lançamento de Tiago Real no peito e, quase de bicicleta, deixou Amaral livre. Aí não teve como perder, e o Goiás conseguiu o gol da vitória.


Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Goiás