Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 30/04/2014
  • 07:18
  • Atualização: 07:44

Polícia anuncia prisão de torcedor que jogou banana em Daniel Alves

Villarreal proibiu sócio de entrar no Madrigal por toda a vida

Polícia anuncia prisão de homem que jogou banana em Daniel Alves | Foto: Josep Lago / AFP / CP

Polícia anuncia prisão de homem que jogou banana em Daniel Alves | Foto: Josep Lago / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A polícia espanhola prendeu a pessoa que supostamente jogou uma banana contra o lateral brasileiro Daniel Alves, do Barcelona, durante uma partida contra o Villarreal no domingo, válida pela 35ª rodada do campeonato espanhol. "Esta pessoa foi detida", afirmou um porta-voz da polícia, sem revelar detalhes.

• Daniel Alves deu resposta forte e ousada ao racismo, elogia Dilma
• “Estamos mais fortes que nunca”, afirma Daniel Alves

Daniel Alves, de 30 anos, estava pronto para bater um escanteio quando uma banana caiu perto dele no gramado do estádio Madrigal. Imediatamente, o brasileiro pegou a banana, descascou e comeu a fruta antes de dar prosseguimento ao jogo.

Após a partida, que o Barcelona venceu por 3 a 2, o brasileiro afirmou: "Estou há 11 anos na Espanha e 11 anos sofrendo a mesma coisa. No fim, levo com humor". "Nós não vamos poder mudar isto, infelizmente. Mas se você não dá importância, eles não conseguem seu objetivo", completou Daniel Alves.

O Villarreal anunciou nessa segunda-feira ter identificado o torcedor responsável pelo insulto racista, que perdeu o título de sócio e está proibido por toda a vida de entrar no estádio. O presidente do clube, Fernando Roig, pediu que a torcida do Villarreal não seja considerada culpada de um ato isolado.

O insulto provocou uma reação mundial de apoio ao lateral brasileiro, de seu companheiro de time Neymar até a presidente brasileira Dilma Rousseff, passando pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter.

Bookmark and Share