Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 30/04/2014
  • 14:43
  • Atualização: 14:51

Grêmio tenta virada contra San Lorenzo em "jogo de xadrez"

Tricolor busca vitória por dois gols de diferença a partir das 22h, na Arena

Luan retorna ao time titular e é principal arma gremista nesta noite | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

Luan retorna ao time titular e é principal arma gremista nesta noite | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Paciência e eficiência. Somente a combinação destas duas características pode encaminhar o Grêmio para as quartas de final da Libertadores. Para seguir adiante será preciso virar o placar sobre o San Lorenzo, que até o momento é de 1 a 0. Na noite desta quarta-feira, às 22h, na Arena, o Tricolor terá de incorporar o espírito de um jogador de xadrez: mover as peças com inteligência, minar as forças do adversário e dar o xeque-mate.

CORREIO DO POVO TRANSMITE A PARTIDA MINUTO A MINUTO A PARTIR DAS 22h

Somente a vitória interessa hoje à noite. Um triunfo gremista por 1 a 0 levará a partida para a disputa de pênaltis. Se conseguir vencer por dois gols de diferença, o Grêmio classifica nos 90 minutos. Qualquer empate ou de vitória do time gaúcho por um gol de diferença com tentos do San Lorenzo qualifica os argentinos para as quartas de final.

A estratégia gremista para vencer o San Lorenzo começou a ser formada ainda na semana passada, quando Grêmio estava prestes a enfrentar o campeão da América Atlético-MG. A opção de escalar um time reserva no duelo do Brasileirão funcionou e a vitória no final de semana recuperou o bom ambiente na Arena. O diretor-executivo Rui Costa disse que o Tricolor saiu fortalecido para buscar a reação.

O discurso de diretoria, comissão técnica e jogadores foi direcionado para este sentido. A confiança voltou ao vestiário gremista e será ela que irá carregar o time na jornada desta quarta. O volante Ramiro acredita que a combinação entre time e torcida fará a diferença para o Grêmio na decisão contra o San Lorenzo, nesta quarta-feira, na Arena. "Acredito que o torcedor readquiriu a confiança na gente. Imagino que esta combinação vai ser muito importante", disse.

Dentro de campo, não basta apenas o sentimento de confiança, é preciso atitude. O zagueiro Werley pediu um Grêmio ofensivo no jogo e o técnico Enderson Moreira testou um time que deve jogar para frente. O treinador pode abrir mão do terceiro volante para atuar com três meias - Zé Roberto, Dudu e Luan - além de Barcos na frente. "Temos que arriscar nets partida, porque precisamos da vitória. O pensamento é esse e se o (técnico) Enderson optar por um time jogando no ataque, tenho certeza que vamos dar conta do recado ali atrás”, projetou.

O centroavante Barcos, conhecido do técnico Edgardo Bauza, espera por um San Lorenzo retrancado, pronto para preservar a vantagem conquistada na Argentina. "O San Lorenzo vai fechar todos os caminhos. Nós vamos tentar ganhar desde o primeiro minuto, mas sabemos que a vitória vai nos custar muito. Teremos 90 minutos para reverter a história", avisou.

Rival motivado e preparado para pressão

O San Lorenzo chega na decisão com a vantagem e sabendo do clima de pressão que vai viver na Arena. A grande estrela é o garoto Corrêa, autor do gol no Nuevo Gasómetro. Blandi integrou a delegação que viajou para Porto Alegre e pode ser novidade, recuperado de pisão no pé. Os gringos se dizem motivados em um ambiente que envolve tudo o que o jogador pede.

O estádio, dos melhores do continente, estará lotado. A partida reúne a rivalidade entre argentinos e brasileiros. É um jogo eliminatório, que vale a permanência na Libertadores, maior competição da América do Sul. Tudo isso deixa o San Lorenzo, que nunca ganhou a taça, bastante tranquilo para o jogo.

Romagnoli, principal jogador da equipe, é mais uma vez desfalque. A tendência é que Edgardo Bauza possa repetir a escalação da vitória em casa sobre os tricolores. Piatti, que enfrenta problema estomacal desde antes da partida de ida, está recuperado e, segundo o treinador, não apresenta nenhuma necessidade de cuidado especial. Poderá jogar tranquilamente.

Libertadores 2014 - Oitavas de Final

Grêmio
Marcelo Grohe; Pará, Werley, Pedro Geromel e Wendell; Edinho, Riveros, Luan, Zé Roberto e Dudu; Barcos. Técnico: Enderson Moreira.

San Lorenzo
Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Más; Mercier, Villalba, Ortigoza e Piatti; Matos e Corrêa. Técnico: Edgardo Bauza.

Árbitro: Roberto Silvera (URU)
Auxiliares: Carlos Pastorino e Nicolas Taran (URU)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Bookmark and Share