Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 30/04/2014
  • 17:04
  • Atualização: 17:06

Barcos quer neutralizar San Lorenzo: “Eles não podem jogar”

Centroavante do Grêmio acredita que argentinos vão “tomar mais cuidado” no jogo desta quarta

Barcos acredita em San Lorenzo cuidadoso nesta noite | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

Barcos acredita em San Lorenzo cuidadoso nesta noite | Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Para reverter a vantagem do San Lorenzo nesta quarta-feira, às 22h, na Arena, pela Libertadores, o Grêmio vai ter que neutralizar as ações do time adversário, segundo o atacante Hernán Barcos. Ele acredita que o seu ex-técnico – na época da LDU – e atual comandante do time argentino, Edgardo Bauza, vai retrancar a equipe e apostar nos contragolpes. Para isso, segundo o atacante, o time gremista não pode deixar o oponente jogar.

“A única forma de reverter a situação é entrar com intensidade na partida. Mas eles não podem jogar, porque o ataque deles é rápido e o meio-campo é inteligente”, comentou o camisa 9. “Quando atacarmos, precisaremos ter gente que marque para não levarmos contra-ataques”, acrescentou.

Sobre o posicionamento do San Lorenzo em campo, Barcos imagina que Bauza adotará todas as precauções possíveis. “É um oponente que sabe do nosso potencial e terá mais cuidado. Acho que eles vão jogar retrancado e vão segurar o jogo”, analisou.

O Pirata também conclamou a presença massiva da torcida tricolor para o duelo desta quarta. Segundo ele, o Grêmio necessita de apoio durante todo o jogo. “O torcedor tem que apoiar 90 minutos, não apenas 15. O jogo só termina com 90 minutos. A gente tem o jogo inteiro para conseguir o resultado”, observou.

Bookmark and Share


TAGS » Grêmio, Futebol, Esporte