Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 01/05/2014
  • 22:56
  • Atualização: 23:06

Funcionário do Santo Ângelo é acusado de racismo durante jogo contra Canoas

Auxiliar de roupeiro teria feito ofensas ao atacante Ednilson pela Segundona do Gauchão

  • Comentários
  • Correio do Povo

O auxiliar de roupeiro do Santo Ângelo foi acusado de racismo nesta quinta-feira ao final do jogo entre Canoas e Santo Ângelo, em Campo Bom, pela Segundona do Gauchão. Ele ficou atrás de uma das goleiras e teria feito ofensas racistas ao atacante Ednilson, do Canoas. O fato foi comunicado ao árbitro Daniel Soder, mas o jogo prosseguiu. Após a partida, Ednilson apontou o ofensor para a Brigada Militar, que registrou um boletim de ocorrência.

O roupeiro foi à delegacia de Campo Bom prestar depoimento e depois liberado para retornar para Santo Ângelo. O gerente executivo Edson Machado garantiu que “tudo não passou de um mal entendido” e que o homem não é funcionário do clube.

O Santo Ângelo venceu a partida por 2 a 1, rebaixando o Canoas. O Riopardense, que levou 3 a 0 do União, já havia caído. Cinco times estão classificados: União, Tupi e Santo Ângelo no Grupo A, e Ypiranga e Brasil-Far pelo B.

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Esporte, Racismo