Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 05/05/2014
  • 21:27
  • Atualização: 21:48

Prefeitura cobra remoção de entulho sob risco de atraso no estacionamento do Beira-Rio

Inter teria prazo até 23 abril, mas grande quantidade de material seguiria no entorno

Prefeitura tinha dado prazo abril, mas grande quantidade de material seguiria no entorno | Foto: Inter/Divulgação CP

Prefeitura tinha dado prazo abril, mas grande quantidade de material seguiria no entorno | Foto: Inter/Divulgação CP

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A Prefeitura de Porto Alegre segue cobrando do Inter a remoção do material de construção oriundo da reforma do Beira-Rio. A gestão municipal alega que, se a limpeza não for providenciada, a ampliação do estacionamento pode não ficar pronta para a Copa do Mundo. Depois de seis notificações, o Executivo deu prazo até 23 de abril para o clube remover a caliça acumulada em uma área pública no entorno do estádio, o que ainda não teria ocorrido.

Nesta segunda-feira, a Prefeitura informou que o clube gaúcho ainda precisa retirar 36 mil metros quadrados de material de construção. A direção colorada havia confirmado a remoção do entulho em 19 de abril. Na ocasião, o clube disse que a demora para conclusão do serviço ocorreu porque a construtora Andrade Gutierrez encontrou dificuldade para descartar de forma correta o lixo da área.

A prefeitura já entregou as ruas A, B e C, que dão acesso ao Beira-Rio, além área utilizada pela Fifa pelos caminhões da transmissão de TV. O objetivo, agora, é liberar para estacionamento a região que era usada pelas escolas de samba Praiana e Imperadores do Samba. Cerca de 76% dessa área ainda precisa ser pavimentada para aumentar as vagas para veículos.

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Beira-Rio