Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 11/05/2014
  • 08:41
  • Atualização: 08:51

Grêmio não terá ambiente hostil em Chapecó

Torcida tricolor marcará presença na partida contra Chapecoense

Grêmio não terá ambiente hostil em Chapecó  | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / CP

Grêmio não terá ambiente hostil em Chapecó | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Chapecó não será nem de perto um ambiente hostil. Com muitos torcedores nas arquibancadas, o Grêmio poderá se sentir um pouco em casa na Arena Condá. Porém, será a terceira partida fora de Porto Alegre em quatro rodadas. Além disso, terá que atuar dois jogos como mandante fora da Arena porque o estádio já estará entregue à Fifa, dois fatos que geram muitas reclamações entre os dirigentes e a comissão técnica gremista.

"Esse início de campeonato vai ser complicado para algumas equipes. Nós faremos sete jogos fora da Arena nas nove rodadas iniciais. Dos quatro primeiros jogos nossos, três são fora de casa", ponderou Enderson Moreira. Um problema a mais para o comandante que ainda está com o seu cargo ameaçado.

Com a semana cheia para trabalhar, o treinador promoveu uma mudança no time. Luan vai para o banco de reservas e Rodriguinho herda a vaga na equipe. "A gente perde um pouco de velocidade, mas ao mesmo tempo ganha em capacidade técnica, um jogador que bate muito bem de fora da área, que tem a bola parada", destacou Enderson.

A escalação, no entanto, sofreu uma outra alteração de última hora. Pedro Geromel, no trabalho da sexta-feira, sentiu uma lesão muscular na coxa direita e está fora da partida. Deve ficar de 10 a 20 dias afastado dos gramados, perdendo também o confronto com o Fluminense. Bressan forma a dupla ao lado de Werley neste domingo, e a expectativa é pela volta de Rhodolfo para encarar os cariocas.

Bookmark and Share