Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

14/05/2014 18:44 - Atualizado em 14/05/2014 18:55

Sevilla derrota o Benfica nos pênaltis e leva a Liga Europa

Jogo terminou 0 a 0 no tempo normal e time espanhol venceu portugueses por 4 a 2 nas penalidades

Sevilla venceu nos pênaltis e conquistou sua terceira Liga Europa<br /><b>Crédito: </b> Giuseppe Cacace / AFP / CP
Sevilla venceu nos pênaltis e conquistou sua terceira Liga Europa
Crédito: Giuseppe Cacace / AFP / CP
Sevilla venceu nos pênaltis e conquistou sua terceira Liga Europa
Crédito: Giuseppe Cacace / AFP / CP

O Benfica voltou a sofrer com a antiga "maldição" de não conseguir títulos internacionais. Nesta quarta-feira, em uma partida muito disputada, o Sevilla venceu a o time português em Turim nos pênaltis e conquistou sua terceira Liga Europa. O jogo terminou 0 a 0 no tempo normal e o empate persistiu na prorrogação. Nas penalidades, os andaluzes bateram o adversário por 4 a 2.

O jogo

O jogo demorou para engrenar. O Benfica sentiu o golpe de não poder contar com o sérvio Markovic, que tem sido destaque do meio-campo ofensivo. Ele estava suspenso, e o Encarnado apelou à Uefa para utilizá-lo, mas foi negado. O seu compatriota Sulejmani entrou, mas saiu machucado ainda no primeiro tempo. Maxi Pereira acabou sendo deslocado para o meio e André ficou na lateral.

Acabou havendo muita disputa no meio-campo, e a bola pouco chegava aos atacantes. O Sevilla até esteve mais no setor ofensivo, mas não chegou muito a Bacca, Vitolo e Reyes, que já jogou no Benfica. Rakitic tentava fazer a transição, mas esbarrava na boa marcação encarnada.

Do outro lado, o Benfica atacava na boa. Ia pouco, mas dava trabalho à defesa andaluz. Mas a única chance saiu aos 45 minutos, com Maxi Pereira desviando passe de Rúben Amorim, que obrigou Beto a fazer boa defesa. O rebote foi com Rodrigo, só que o lusitano voltou a trabalhar bem. O Benfica ainda ensaiou uma pressão no fim da etapa inicial. Gaitán teve outra grande chance, ficou na frente do goleiro, mas acabou não chutando e pediu pênalti de Fazio. O árbitro não marcou.

Segundo tempo

Os dois técnicos parecem ter trabalhado no vestiário. Ambos os times voltaram pilhados e tiveram oportunidades logo no início. Primeiro o Benfica, com Rodrigo e Lima, tudo no mesmo lance. O Sevilla respondeu com bons lances de Reyes, e Luisão sendo o salvador dos portugueses.

A partir daí, o jogo ficou equilibrado. O Benfica reclamou muito de um toque de mão na área, mas o árbitrou não assinalou. Do outro lado, Reyes era o mais perigoso, e o Sevilla começou a frequentar mais o campo de ataque e teve mais chances. Nos últimos minutos, equilíbrio total. As chances surgiam, mas nada de a bola entrar, e o jogo foi para a prorrogação.

No prolongamento, o Benfica teve mais oportunidades, e também parecia ter mais fôlego. Mas a melhor chance foi do Sevilla, com Bacca, após lindo passe de Rakitic, que vai enfrentar o Brasil na estreia da Copa do Mundo pela Croácia. Mas na cara de Oblak, o colombiano chutou para fora. Nos últimos 15 minutos, todos já esgotados em campo, e os ataques foram mais esporádicos.

Acabou indo para os pênaltis. Nela, Cardozo e Rodrigo desperdiçaram pelo Benfica - o goleiro Beto pegou ambas. O Sevilla converteu as quatro que bateu e conquistou a Liga Europa.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.