Porto Alegre, domingo, 21 de Dezembro de 2014

  • 15/05/2014
  • 17:11
  • Atualização: 17:45

Rafael Moura exalta posse de bola, mas pede atenção com contra-ataques

Atacante disse que a movimentação ofensiva do Inter às vezes deixa a defesa mais exposta

Rafael Moura exalta posse de bola, mas pede atenção com contra-ataques | Foto: Fabiano do Amaral

Rafael Moura exalta posse de bola, mas pede atenção com contra-ataques | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Após a goleada do Inter por 4 a 1 sobre o Cuiabá, nessa quarta, pela Copa do Brasil, o atacante Rafael Moura elogiou a movimentação ofensiva do time. Segundo ele, o Colorado tem mantido uma boa posse de bola nas partidas, mas precisa se cuidar mais com os contragolpes dos adversários.

“Acho que a defesa fica mais exposta por causa da nossa posse de bola. A gente mantém a bola na frente e acaba atacando a todo o momento. Por isso, o time sofre alguns contra-ataques. A gente ainda precisa melhorar isso”, analisou o He-Man.

O centroavante ressaltou que, apesar dos contragolpes, o Inter marcou mais gols do que sofreu nos últimos confrontos. “Temos feito mais gols do que tomado. Tem essa vantagem em número de gols, graças à boa movimentação”, acrescentou.

Sobre a história do sumiço da Taça Lupicínio Rodrigues, oferecida pela Prefeitura ao Inter por ter vencido o Gauchão, Rafael Moura contou que o grupo “deu risada” com a história e que o caso é passado. O jogador havia levado o troféu para casa após a comemoração. “Todo mundo sabia que eu estava com a taça. Uns dão risada, dizem que todo mundo quer uma taça individual. Esse caso ficou para o passado e agora nós queremos as taças do Brasileirão e Copa do Brasil”, concluiu.

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Esporte