Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 20º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Brasileirão

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

16/05/2014 09:23 - Atualizado em 16/05/2014 09:31

Ex-presidente do Santos detona contratação de Damião

Luís Alvaro Ribeiro afirmou que centroavante não poderia ser nem reserva no Peixe

Ex-presidente do Santos detona contratação de Damião<br /><b>Crédito: </b> Ivan Storti / Lancepress / CP Memória
Ex-presidente do Santos detona contratação de Damião
Crédito: Ivan Storti / Lancepress / CP Memória
Ex-presidente do Santos detona contratação de Damião
Crédito: Ivan Storti / Lancepress / CP Memória

O dirigente Luís Alvaro Ribeiro renunciou à presidência do Santos com polêmica. Horas depois de comunicar que não voltará ao clube no segundo semestre, quando acaba sua licença médica, o ex-mandatário detonou a contratação do atacante Leandro Damião, comprado pelo Peixe do Inter por R$ 42 milhões. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, além de criticar a qualidade do camisa 9, Luis Alvaro afirmou que o camisa 9 não tem condições nem para ser reserva no Peixe.

"O Damião é um profissional respeitável, mas nem de longe tem futebol para atuar nem entre os reservas do Santos. Ainda pelo preço envolvido, que deixou o time Santos situação muito complicada nesse segundo semestre. Com o dinheiro gasto, teríamos trazido Diego e Robinho, o que incendiaria a torcida e daria uma qualidade técnica que o Damião jamais sonhou em ter", opinou.

Se Luís Alvaro posicionou-se contra a contratação de Damião, o atual presidente Odílio Rodrigues reiterou confiança no jogador. "Tanto o Doyen quanto o Santos confiam nele, por isso fizemos um contrato de cinco anos", disse antes de revelar que recusou propostas de empréstimo pelo centroavante. 

Luís Alvaro também comentou os problemas de saúde e disse não se sentir traído pelo vice Odílio Rodrigues, mas cutucou a atual gestão. "Não me sinto traído, mas algumas coisas que aconteceram me deixaram muito aborrecido. Eu não fui consultado em nenhum dia sobre qualquer decisão de contratação ou dispensa nesse já quase um ano que estou fora. Fiquei aborrecido por ver desmontada que toda equipe vitoriosa que montamos no marketing, na imprensa, na base e patrimônio Fiquei sabendo pelos jornais", falou.

Bookmark and Share



Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.