Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
29ºC
Amanhã
15º 21º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Brasileirão

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

18/05/2014 18:17 - Atualizado em 18/05/2014 18:25

Chapecoense busca empate em 1 a 1 com Atlético-PR

Jogo ficou marcado pelo atraso na chegada da ambulância

O Atlético-PR empatou em 1 a 1 com a Chapecoense, em jogo que ficou marcado pelo atraso da ambulância - presença obrigatória para a realização da partida. O veículo chegou ao Estádio Willie Davids com 15 minutos de atraso. Dentro de campo, os paranaenses foram melhores durante grande parte da partida, saíram na frente, mas recuaram demais e permitiram a igualdade.

O Rubro-Negro paranaense dominou o primeiro tempo, mas teve dificuldades para criar perigo de fato. Logo no começo, Marcelo cruzou, a bola percorreu toda a dimensão da área e Éderson errou a finalização na segunda trave. Em outra chance, Deivid finalizou de longe, obrigando o goleiro Danilo a fazer boa defesa.

Apesar do domínio atleticano, as melhores chances vieram da equipe catarinense. Weverton fez duas excelentes defesas: a primeira em chute improvável de Fabiano, aos 27 minutos. No último lance da etapa inicial, Abuda também acertou finalização de rara felicidade, mas o camisa 12 atleticano estava lá para desviar a bola mais uma vez.

No segundo tempo, o Furacão começou com tudo. Logo aos quatro minutos, Natanael cruzou na cabeça de Ederson, que desviou para difícil defesa de Danilo. Aos 22, os protagonistas se repetiram. O artilheiro do último Brasileirão arriscou da entrada da área, para bela defesa do adversário.

De tanto insistir, o Atlético chegou ao gol. Em cobrança de escanteio, Cleberson subiu de cabeça aos 25 para colocar o time anfitrião à frente do marcador. O gol sofrido acordou a Chapecoense, qie passou a acuar o adversário no campo de defesa. Criou chances para empatar, com Tiago Luís e Roni, mas pecou na hora da finalização. Quando as esperanças catarinenses se esgotavam, aos 43 minutos, Fabiano chutou cruzado e Tiago Luís se atirou na bola, mandando para as redes. O empate acabou sendo justo pela vontade da Chape no fim.


Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.