Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 20/05/2014
  • 19:05

Kleber chega ao Figueirense e pede para jogar no meio-campo

Ex-lateral-esquerdo do Inter quer atuar adiantado no time catarinense

Kleber chega ao Figueirense e pede para jogar no meio-campo | Foto: Luiz Henrique /  Figueirense / CP

Kleber chega ao Figueirense e pede para jogar no meio-campo | Foto: Luiz Henrique / Figueirense / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Ele já havia sido anunciado na semana passada, mas só nesta terça-feira foi oficialmente apresentado no Figueirense. Kléber, que estava sem clube desde que encerrou seu contrato com o Inter em dezembro do ano passado, deverá atuar no Figueira até o final desta temporada. Numa coletiva de imprensa realizada no CFT do Cambirela, ele vestiu a camisa alvinegra e deu suas primeiras declarações enquanto atleta do clube catarinense.

“Chego muito confiante ao Figueirense, pois desde que me foi feito o convite vi que se tratava de um trabalho sério. Conheço alguns jogadores do elenco e tenho a confiança de que a posição da equipe na tabela é só momentânea, de início de competição. Temos tudo para melhorar na classificação”, destacou o recém-contratado.
O jogador, que atuou no Inter nas últimas cinco temporadas, ainda não está na forma física ideal, mas espera poder ficar a disposição do técnico Guto Ferreira antes da paralisação para a Copa do Mundo. Apesar de ter feito carreira jogando como lateral-esquerdo, ele revelou que deverá atuar no meio-campo do Figueirense.

“Conversei com integrantes da comissão técnica e o meu objetivo é atuar no meio-campo. Mas em uma questão de necessidade do treinador, por suspensão ou lesão, posso atuar também na lateral”, projetou.

Além da larga experiência por clubes, Kléber também chegou a defender a Seleção Brasileira. Com a camisa amarelinha, disputou 22 jogos e se sagrou campeão da Copa América de 2007 e da Copa das Confederações de 2009. Contudo, ficou de fora do último Mundial, ocorrido na África do Sul, fato este lembrado pelo atleta.

“Na Seleção, a única competição que me faltou foi a Copa do Mundo. Claro que a gente fica um pouco chateado, já que em 2010 estava com chances, mas consegui administrar bem esta situação. Realizei um sonho de criança na Seleção e tive a oportunidade de participar de conquistas importantes de forma internacional”, finalizou.

Bookmark and Share