Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 21/05/2014
  • 10:10
  • Atualização: 10:36

Alvo de polêmica, bandeirinha deseja chegar à Copa

Fernanda Colombo foi afastada após errar lance na partida entre Atlético-MG e Cruzeiro

Fernanda Colombo almeja vaga em uma futura Copa do Mundo | Foto: Ramon Bitencourt / Lancepress! / CP

Fernanda Colombo almeja vaga em uma futura Copa do Mundo | Foto: Ramon Bitencourt / Lancepress! / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Afastada da arbitragem para reciclagem, a bandeirinha Fernanda Colombo Uliana comentou as críticas que recebeu após cometer um erro no clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro, válido pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, ela foi vítima de preconceito de um dirigente da Raposa, que afirmou que ela deveria posar para uma revista masculina. Em entrevista para a Rádio Guaíba, Fernanda garantiu que não está abalada com o caso e afirmou que tem muitas pretensões para a carreira. Uma delas é estar em uma Copa do Mundo. 

"Desde o momento em que entrei para o futebol eu sabia que poderia ser assim. A minha intenção é continuar na carreira e tenho muitas aspirações para ela. Imagino que tenho um caminho grande para trilhar ainda e penso sim na possibilidade de estar em um Mundial", disse.

Fernanda foi vítima de críticas do diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Matos. Logo após a derrota da equipe no clássico mineiro, o dirigente afirmou que o erro da bandeirinha foi anormal e que ela não teria capacidade para suportar a pressão. "Se ela é bonitinha, que pose para a Playboy. No futebol, tem que ser boa de serviço. Ela não tem preparo. Os caras gritam e ela erra", declarou Matos.

Após a declaração polêmica, Matos gravou vídeo em que pede desculpa a Fernanda pelas manifestações. A bandeirinha garantiu que perdoa o dirigente cruzeirense, mas lembra que as palavras não serão esquecidas. "O que ele disse vai ficar para sempre. Sigo trabalhando, treinando e fazendo tudo o que fazia antes. Eu até nem acreditava que seria vítima de preconceito desta forma, até que aconteceu", explicou. "Erros piores do que o meu já ocorreram e não foram mencionados. Nem tiveram grande repercussão", acrescentou. 

Exposição

Natural de Santa Catarina, Fernanda não acredita que seja ruim a exposição que está sofrendo nos últimos dias. "Muitos árbitros acreditam que nós devemos evitar isso e não aparecer. Eu penso que esta exposição é boa para que as pessoas conheçam o nosso trabalho dentro do futebol. É importante que todos saibam do nosso empenho e dedicação para poder arbitrar", argumentou.

Esta não é a primeira vez uma mulher na arbitragem chama a atenção no futebol. Em 2007, Ana Paula Oliveira se transformou em musa ao posar para a Playboy. Ana Paula já chamava atenção nos gramados desde 2003, mas abandonou a carreira de bandeirinha depois de se lesionar e perder o escudo da Fifa.

Bookmark and Share