Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
15º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Brasileirão

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/05/2014 21:42 - Atualizado em 21/05/2014 21:47

Flamengo deixa vitória escapar no último minuto contra o Bahia

Cariocas amargaram empate em 1 a 1 e seguem ameaçados pela zona de rebaixamento

Cariocas amargaram empate e seguem ameaçados pela zona de rebaixamento<br /><b>Crédito: </b> Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação / CP
Cariocas amargaram empate e seguem ameaçados pela zona de rebaixamento
Crédito: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação / CP
Cariocas amargaram empate e seguem ameaçados pela zona de rebaixamento
Crédito: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação / CP

O drama do Flamengo continua. Nesta quarta-feira, voltou a perder pontos com o mando de campo, ao empatar contra o Bahia, no Moarcyrzão, em Macaé. O empate por 1 a 1 foi um verdadeiro balde de água fria, já que o Rubro-Negro vencia até os últimos minutos e viu os três pontos escaparem pelas mãos num erro infantil.

Buscando recuperação no Brasileiro até a parada para a Copa do Mundo, que acontecerá na 9ª rodada, o Flamengo sobe para apenas cinco pontos, um acima da linha do rebaixamento e podendo cair ainda nessa rodada. Enquanto isso, o Bahia está em oitavo com oito pontos.

Pressionado pelas últimas duas derrotas no Campeonato Brasileiro, o Flamengo começou nervoso o duelo contra o Bahia. Com vários erros de marcação, quase viu Anderson Talisca abrir o placar aos 8 minutos. Dois minutos depois, contudo, Everton ganhou boa jogada na linha de fundo e cruzou para Paulinho, de cabeça, abrir o placar.

Não que o Rubro-Negro tenha feito um bom primeiro tempo. Longe disso. Tirando a chance que Paulinho colocou no fundo das redes, o Fla não criou praticamente nada. Foi, inclusive, pressionado em determinados momentos e Felipe foi obrigado a fazer pelo menos duas boas defesas. No geral, venceu, nos primeiros 45 minutos, o time que aproveitou a chance que teve, porque bom futebol quase não foi visto.

Quem esperava um Flamengo mais relaxado e comandando o segundo tempo se enganou. O time de Ney Franco se fechou demais e foi pressionado durante boa parte dos 45 minutos finais. Aos 33 minutos, inclusive, Maxi Bianccuchi perdeu gol muito fácil que poderia ter dado o empate ao Tricolor Baiano naquele momento.

Quem não quer jogar, normalmente acaba se dando mal. E foi o que aconteceu com o Flamengo. No fim do jogo, já aos 46 minutos do segundo tempo, Anderson Talisca e após uma falta infantil da zaga do clube carioca, cobrou com categoria e empatou.



Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.