Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 22/05/2014
  • 00:09
  • Atualização: 00:30

Corinthians cede empate ao Atlético-PR, no Canindé

Goleiro atleticano Weverton foi o destaque do jogo

  • Comentários
  • Lancepress

O Corinthians perdeu a chance de apagar um pouco do vexame de perder na inauguração do seu estádio, o Itaquerão. Após a derrota para o Figueirense, nesta quarta-feira saiu na frente mas cedeu o empate para o Atlético Paranaense, em 1 a 1 no Estádio do Canindé. O Goleiro Weverton, com três ótimas defesas, foi o destaque da noite e o algoz corintiano.

Com muita correria e pouca técnica, o dois times não apresentaram grandes emoções para a torcida na primeira etapa. As poucas chances, para ambos os times, foram criadas a partir de bolas aéreas. Petros, em lance isolado, teve a melhor oportunidade do primeiro tempo, mas viu Weverton voar na bola e fazer defesa milagrosa.

Os milagres do goleiro atleticano não pararam por aí. Em cobrança de falta, Jadson cruzou e Guerrero, de cabeça, mandou um foguete. De forma espetacular, Weverton evitou o gol do Timão. O goleiro do Furacão, porém, nada pode fazer quando Bruno Henrique apareceu livre, após confusão dentro da área. Para sua sorte e do Atlético, o volante do Timão isolou a bola. Mesmo jogando mal, o Alvinegro teve as três melhores chances da primeira etapa, mas foi para o vestiário sem furar o "paredão" Weverton.

Com Romarinho no lugar de Renato Augusto, Mano Menezes esperava ver um Corinthians diferente na segunda etapa. Não viu. A correria vista no primeiro tempo continuou, assim como as chances exclusivas às bolas alçadas na área. O que também se manteve foi a ótima atuação do goleiro Weverton, que não se cansou de fazer boas defesas e, em chute de Petros, evitou novamente o gol do Corinthians.

Foi neste momento que Marcelo de Lima Henrique, o juiz do jogo, entrou em ação. Guerrero avançava pela esquerda e desabou dentro da área. Na opinião do árbitro da partida, penalidade para o Corinthians. Após muita reclamação dos jogadores do Atlético, Jadson, sem medo, bateu firme e abriu o placar para o Timão.

Com a desvantagem no placar, o Atlético passou a se lançar ao ataque, mas foi impedido por inúmeros erros de passe, e não conseguiu levar perigo a Cássio. De tanto correr, o Furacão se cansou. Não apresentava mais o ímpeto que mostrara na primeira etapa.

Cansado, mas não derrotado. Após falha do zagueiro Cleber, Douglas Coutinho apareceu livre na frente de Cássio e, com o olho aberto, mandou para o fundo do gol e empatou a partida. E por azar, o atacante do Atlético não virou o jogo, após pancada de fora na área. Melhor na partida, o Atlético teve a chance de virar o jogo, mas não teve êxito, e a partida acabou empatada. Pior para o Timão, que deixou a vitória escapar no final da partida e foi muito vaiado.

Ainda sem vencer, o Timão volta a campo no domingo, para enfrentar o Sport, às 16h, na Ilha do Retiro. Já o Furacão recebe o Coritiba, em clássico local, no estádio William David, também no domingo, às 16h.

Bookmark and Share