Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 22/05/2014
  • 23:59
  • Atualização: 00:04

Atlético-MG vence o Vitória fora e embala no Brasileirão

Mineiros subiram para o sétimo lugar após anotar 3 a 2 na Bahia

  • Comentários
  • Lancepress

No fechamento da sexta rodada do Campeonato Brasileiro, Vitória e Atlético-MG realizaram um duelo equilibrado, mas que terminou em festa para os visitantes no estádio vazio Jóia da Princesa, em Feira de Santana (BA). Com um triunfo por 3 a 2, o Galo confirmou a reação e embalou de vez na tabela, somando sua terceira vitória seguida - a segunda fora de casa - e subindo para o sétimo lugar. Comandado pelo interino Carlos Amadeu, o time baiano amarga a 15ª posição com apenas cinco pontos em 18 disputados.

Com um time tecnicamente melhor, o Atlético-MG realizou uma partida tranquila. Apesar dos minutos iniciais terem sido de mais posse de bola baiana, o time mineiro não passou por algum momento de pressão. No gramado ruim, a saída foi atacar pelo alto. Em desempenho crescente desde a última partida, Emerson da Conceição acertou um ótimo cruzamento para Dátolo cabecear firme, logo aos onze minutos, para estufar as redes.

Entusiasmado após o primeiro gol, o Galo seguiu a blitz e novamente em jogada aérea fez o segundo. Dátolo cruzou da esquerda e Josa marcou contra. A facilidade era tanta que se não fosse por alguns centímetros em impedimento, o Atlético chegaria ao terceiro gol com André, também de cabeça. Para não dizer que o Galo não atacou por terra, Dátolo quase fez um golaço ao receber livre de Marion, na meia-lua, e dar um toque sutil que passou perto do ângulo de Wilson.

Sem ter feito praticamente nada na etapa inicial, o Vitória começou o segundo tempo mais agressivo, construindo jogadas com boas chances de gol. Com o gramado molhado, o goleiro atleticano Giovanni foi chamado ao trabalho por duas vezes e defendeu bem o gol dos visitantes.

Apesar da vontade, a ofensiva baiana seguia danificada. Procurando mudar a postura, Carlos Amadeu mexeu na equipe e colocou Willie e Dinei em campo, no lugar dos apagados Marquinhos e Souza, respectivamente. Temendo levar mais gols, o Vitória não se lançou tanto ao ataque e acabou tomando o terceiro. Em mais um cruzamento de Dátolo, Réver subiu mais alto e completou de cabeça. O Vitória ainda esboçou uma reação e descontou com Dinei e Willie, já nos acréscimos; mas era tarde demais.


Bookmark and Share