Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 27/05/2014
  • 13:58
  • Atualização: 14:09

Julio Cesar diz que chega melhor preparado do que em 2010

Goleiro da Seleção Brasileira não se sente pressionado para disputar a Copa

Goleiro titular da Seleção Brasileira falou ainda que não se sente pressionado para disputar a Copa | Foto: Rafael Ribeiro / CBF / CP

Goleiro titular da Seleção Brasileira falou ainda que não se sente pressionado para disputar a Copa | Foto: Rafael Ribeiro / CBF / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Lancepress

Em 2010, Julio Cesar chegou na Copa da África do Sul como o melhor goleiro do mundo e deixou o Mundial como um dos responsáveis pela eliminação do Brasil nas quartas-de-final diante da Holanda. Hoje, quatro anos depois e titular absoluto da Seleção de Felipão, o arqueiro diz que sente-se melhor do que na competição anterior.

"Me sinto muito mais preparado. Na hora da adversidade, você tem de tirar algo de positivo. Depois da Copa, tive problema com a Inter, depois com o Queens Park Rangers. Tive de ter muita força para estar aqui hoje", declarou o goleiro.

Julio Cesar agradeceu a ajuda de Carlos Alberto Parreira, com quem foi para Copa de 2006. Segundo ele, a confiança por parte dele foi importante. "Para muitos é um risco que estão correndo, mas irei retribuir isso, afirmou.

Sobre a pressão de jogar em casa e do episódio desastroso de 2010, o goleiro diz que não se sente pressionado.
"Chego realmente muito questionado por coisas que vem ocorrendo. É normal isso. Tenho de acreditar em mim e no meu trabalho. Sei o quanto posso somar e colaborar. E acho que a Copa das Confederações trouxe uma grande força para mim".

Ainda sobre 2010 e sua volta por cima, o goleiro falou sobre seu emocional e lembrou de uma conversa com o zagueiro Thiago Silva. " O Thiago Silva me lembrou, quando fui convocado, agora, que eu tinha dito que jogaria a Copa de 2014 e seria campeão. E eu nem me lembrava. Eles viram o quanto fiquei abalado em 2010. E nenhum momento desisti de estar aqui.

O primeiro a conversar com os jornalistas foi Jefferson, goleiro do Botafogo. Ele diz que vai trabalhar firme para buscar o seu espaço. "São dois grandes goleiros (Julio Cesar e Victor) que são meus amigos, respeito como pessoa e profissional. Nunca escondemos que todos estão aqui para buscar o espaço".

Victor, goleiro do Atlético-MG, disse que amadureceu de 2010, quando ficou de fora da lista para a Copa de 2014. "Se em 2010 não deu certo, o que fiz até então não tinha sido suficiente. Serviu para amadurecer e hoje me sinto mais preparado. Estou muito feliz por fazer parte desse elenco e trabalhar ao lado de dois grandes goleiros. Representar meu país e jogar em casa. Tudo que teve de frustração em 2010 foi revertido em alegria agora para estar na Copa", analisou Vitor.

Bookmark and Share