Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
15º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/05/2014 08:32 - Atualizado em 28/05/2014 08:43

D’Alessandro lamenta desfalques no “momento de encaixe do time”

Capitão do Inter defendeu continuidade do esquema apesar dos problemas com escalação

D’Alessandro lamenta desfalques no momento de encaixe do time<br /><b>Crédito: </b> Alexandre Lops / Inter / Divulgação CP
D’Alessandro lamenta desfalques no momento de encaixe do time
Crédito: Alexandre Lops / Inter / Divulgação CP
D’Alessandro lamenta desfalques no momento de encaixe do time
Crédito: Alexandre Lops / Inter / Divulgação CP

O Inter vem convivendo com desfalques nos últimos jogos do Brasileirão. Depois de não poder contar com sete jogadores na derrota para o Cruzeiro, o técnico Abel Braga perdeu ainda o atacante Otávio para o jogo contra a Chapecoense nesta quarta-feira, às 21h, no Centenário. Capitão colorado, o argentino D’Alessandro lamenta que as ausências ocorram no momento em que o time “estava se encaixando”.

“Quando um time vem se formando e se ajeitando, como nós estávamos, com o entrosamento do Aránguiz, o Alex e o Alan Patrick ali no meio, é ruim perder jogadores. O time estava se formando e se encaixando, começou a faltar peças e não tem como não sentir. A gente não quer falar isso, pois temos que respeitar o elenco. Vai jogar o Sasha, jogou o Otávio e a gente tem que estar preparado. Quando faltam seis ou sete jogadores, é muito. Qualquer time vai sentir ausência. Não quero citar nomes, é questão de quantidade e qualidade”, analisou o argentino.

Apesar das ausências, D’Ale ressalta que o esquema e a forma de jogar do time não devem ser alterados. O argentino comentou que a ideia de Abel Braga é seguir apostando na posse de bola mesmo com os desfalques. “A gente não pode mudar essa ideia, que deu resultado no Gauchão. Não apenas contra times do interior, mas também diante do Grêmio, que vencemos muito bem, com uma diferença até folgada. A intenção é manter a posse de bola. Claro que algumas vezes devemos ser mais efetivos, a gente sabe disso, mas isso é uma coisa que vamos melhorar com o tempo”, completou.

Para o jogo contra a Chapecoense nesta quarta, o técnico Abel Braga vai dar a Eduardo Sasha a primeira chance como titular no Brasileirão. A equipe para enfrentar a Chapecoense deve ter Dida; Diogo, Ernando, Juan e Fabrício; Willians, Wellington, D’Alessandro, Valdivia e Eduardo Sasha; Wellington Paulista.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.