Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 31/05/2014
  • 14:53
  • Atualização: 14:58

Felipão confirma que irá poupar Thiago Silva de amistoso

Seleção Brasileira enfrentará o Panamá na próxima terça

Felipão poupará Thiago Silva na terça-feira | Foto: Alexandre Loureiro / VIPCOMM / CP

Felipão poupará Thiago Silva na terça-feira | Foto: Alexandre Loureiro / VIPCOMM / CP

  • Comentários
  • Lancepress

O técnico Luiz Felipe Scolari confirmou que irá poupar o zagueiro Thiago Silva do amistoso desta terça-feira, contra o Panamá, em Goiânia. O capitão da Seleção Brasileira não irá viajar para Goiás com o grupo neste domingo e ficará fazendo trabalhos físicos na Granja Comary. Thiago atuou no time reserva no coletivo deste sábado.

"O Thiago está fazendo um trabalho de recuperação e equilíbrio das duas pernas, que tem uma situação de pequeno desnível. Temos dois jogos amistosos e é preferível que a gente o use em melhores condições ou quase no seu ideal a partir do segundo amistoso. É um jogador que não vamos fazer com que viaje conosco e que tem um trabalho diferente", afirmou Felipão, em entrevista à Fox Sports.

Assim, o zagueiro segue trabalhando para estar em campo contra a Sérvia, na sexta, em São Paulo, no Morumbi. Dante entra na zaga ao lado de Thiago Silva em Goiânia. A Seleção deve fazer o primeiro amistoso da preparação para a Copa do Mundo com Julio Cesar, Daniel Alves, Dante, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred.

Líderes

Na entrevista, Felipão elegeu quatro líderes do grupo da Seleção. São eles: Thiago Silva, o capitão do time, David Luiz, Fred e Julio Cesar. O quarteto foi eleito pelo técnico para intermediar o diálogo da comissão técnica com o grupo de 23 jogadores e manter o domínio sobre ele. Tão importante a ponto de alguns jogadores mais experientes terem sido excluídos da lista desde o início do trabalho, como os meias Ronaldinho Gaúcho e Kaká e o atacante Robinho, que carregam outras Copas do Mundo disputadas – o primeiro chegou a ser campeão do mundo com o técnico em 2002.

"Os quatro participam e muito das decisões que tomamos. Porque são os quatro que escolhi para que eu possa ter um diálogo prévio e, depois, para que eles distribuam para o grupo todo o que a gente pretende. Para a gente se reunir com todos depois com as coisas mais organizadas", explicou Felipão, em entrevista à Fox.

O técnico disse ainda que não fará rodízio com a faixa de capitão. "Não vou variar, não. Se o Thiago estiver bem e tudo acontecer normalmente até o sétimo jogo (a final), quem vai levantar a taça é o Thiago".


Bookmark and Share