Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
13ºC
Amanhã
14º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Copa do Mundo

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/06/2014 11:21 - Atualizado em 02/06/2014 11:42

Com apenas um jogo em sete meses, Seleção inicia semana de testes

Brasil irá realizar amistoso contra Panamá nesta terça

Com apenas um jogo em quase sete meses, Seleção inicia semana de testes <br /><b>Crédito: </b> Vanderlei Almeida / AFP / CP
Com apenas um jogo em quase sete meses, Seleção inicia semana de testes
Crédito: Vanderlei Almeida / AFP / CP
Com apenas um jogo em quase sete meses, Seleção inicia semana de testes
Crédito: Vanderlei Almeida / AFP / CP

Um único jogo disputado em quase sete meses. É com tal retrospecto recente que a Seleção Brasileira chegou a Goiânia para retomar o ritmo nesta semana, quando terá os dois testes finais para a Copa do Mundo. Os amistosos contra Panamá, nesta terça, no Serra Dourada, e diante da Sérvia, na sexta, em São Paulo, servirão para os últimos ajustes de Luiz Felipe Scolari na equipe que estreia no Mundial, dia 12, contra a Croácia. "A vontade de todos jogadores é jogar esses amistosos. Estou com saudade de representar o meu país", afirmou o zagueiro David Luiz.

O único amistoso disputado em 2014 foi em 5 de março, na vitória por 5 a 0 sobre a África do Sul, em Johannesburgo. Antes disso, os comandados de Felipão tinham ido a campo contra o Chile, em 19 de novembro de 2013: triunfo por 2 a 1.

Desde a final da Copa das Confederações, em 30 de junho do ano passado (3 a 0 sobre a Espanha, no Maracanã), o Brasil jogou apenas uma vez no país: goleou a Austrália por 6 a 0, em 7 de setembro, no Mané Garrincha, em Brasília. No período pós-título, a Seleção viajou para a Suíça, Estados Unidos, Coreia do Sul, China, Canadá e África do Sul.

A expectativa geral na concentração da Seleção, que se apresentou para a preparação há uma semana, é reencontrar o clima positivo que marcou a Copa das Confederações, quando o apoio foi maciço nos estádios. "Eu vejo um povo apaixonado pela Seleção. Em todos lugares que a gente passou foi muito bem tratado, senti um amor. Sobre a mobilização, com certeza vão nos apoiar. Isso foi um diferencial na Copa das Confederações", disse David.

O primeiro teste para a Copa das Confederações foi há exatamente um ano, no empate em 2 a 2 com a Inglaterra, no Maracanã. Depois disso, o Brasil emendou as vitórias que formaram a base do grupo atual: França (3 a 0), Japão (3 a 0), México (2 a 0), Uruguai (2 a 1) e Espanha (3 a 0). Repetir a sequência a partir dos amistosos desta semana e na Copa do Mundo é o sonho do grupo.

"Já ganhamos muito na Europa, por clubes. Mas ganhar para uma nação é outra coisa. Seria a cereja no bolo não só para mim, mas para o povo, essa garotada que está na rua, o esporte é um incentivo a ter uma visão na vida deles. Vamos seguir nos preparando. O objetivo é 13 de julho", disse Dante, que será titular no lugar do poupado Thiago Silva, nesta terça.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.