Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 04/06/2014
  • 10:27
  • Atualização: 10:50

Arena é comparada a shopping na busca por investimentos

Após inauguração da BR 448, Grêmio espera crescimento da área do Humaitá

Arena é comparada a shopping na busca por investimentos    | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / CP

Arena é comparada a shopping na busca por investimentos | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Inaugurada em dezembro de 2012, a Arena do Grêmio ainda não trabalha em 100% de seu potencial. Uma parte disso pode ser colocado na conta do poder público. O entorno do estádio, no bairro Humaitá, não está desenvolvido da maneira com que os gremistas gostariam. A chegada do empreendimento no local é comparada à construção de um shopping em Porto Alegre, em 1983.

Há mais de 30 anos, o shopping Iguatemi era inaugurado em Porto Alegre. Em uma região pouco habitada na cidade, o bairro Chácara das Pedras. A comparação foi feita pelo novo gestor da Arena, Geraldo Corrêa, que vai estar à frente de um novo período da Arena do Grêmio, com mais sintonia entre o clube e a OAS.

O bairro Humaitá não é propriamente desabitado, mas não conta com uma movimentação imobiliária alta. E é uma região de baixa renda. A ideia ao escolher o local era urbanizar o bairro, mas a prefeitura ainda não investiu o que era esperado pelo clube gaúcho. A BR 448 foi inaugurada, com uma alça de acesso em frente à Arena, mas que está bloqueada. O bairro precisa passar por melhorias para que possa receber o fluxo de trânsito da rodovia.

"No curto prazo, o entorno não ajuda. Precisamos nos aliar à prefeitura nos projetos feitos no bairro e até intensificar alguns. Temos que trabalhar para melhorar a qualidade de vida das pessoas que moram aqui. Temos uma alça de uma rodovia que foi celebrada e que está interrompida. É algo que temos que ter calma no momento. De repente podemos pleitear alguns investimentos que estão sendo feitos lá (no Beira-Rio) para cá também. Mas demanda calma", comentou Corrêa.

A área ainda vai receber empreendimentos imobiliários que serão construídos pela OAS. O Tricolor pleiteia a duplicação da avenida AJ Renner, uma das vias de acesso ao estádio. O que já aconteceu com a avenida Voluntários da Pátria.

Bookmark and Share