Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 07/06/2014
  • 12:06
  • Atualização: 14:11

Corpo de Fernandão deve ser transferido no final da tarde para Goiânia

Ídolo colorado morreu em acidente de helicóptero na madrugada deste sábado

Helicóptero caiu por volta das 2h deste sábado no município de Aruanã, em Goiás | Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros de Goiás

Helicóptero caiu por volta das 2h deste sábado no município de Aruanã, em Goiás | Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros de Goiás

  • Comentários
  • Correio do Povo / Rádio Guaíba

O corpo do ex-jogador e ex-técnico do Inter Fernandão foi transferido da cidade de Aruanã, próximo ao Rio Araguaia, para o Instituto Médico Legal de Cidade de Goiás, no noroeste do Estado, e deve ser levado no final da tarde para GoÍânia. Ele e mais quatro pessoas morreram na queda de um helicóptero por volta das 2h da madrugada no interior de Goiás. Além de Fernandão, perderam a vida Edmilson de Sousa Leme, vereador de Palmeiras de Goiás, Antônio de Pádua, primo do governador Marconi Perillo; Lindomar Mendes Vieira, um caseiro da fazenda, e o piloto, Miltom Ananias.

• Mais informações sobre acidente de Fernandão

O Goiás Esporte Clube, onde Fernandão iniciou a carreira, ofereceu o ginásio para a realização do velório do ex-jogador. A família ainda não definiu como serão as cerimônias fúnebres.

Carreira marcante no Inter

Jogador do Inter entre 2004 – em sua estreia ele marcou o gol mil em Gre-Nais – a 2008, Fernandão foi um dos jogadores mais importantes da história do Inter, sendo capitão nas conquistas da Libertadores e do Mundial de Clubes de 2006, ano mais vitorioso do clube. Fernandão também foi dirigente e técnico do clube em 2012.

Também participou dos títulos da Recopa, em 2007, e da Dubai Cup, em 2008, além das conquistas de dois Campeonatos Gaúchos (2005 e 2008). Conforme o site do Inter, Fernandão disputou 190 partidas pelo clube, marcando 77 gols.

O desempenho como treinador não chegou a ser dos melhores em 2012, quando substituiu Dorival Júnior durante o primeiro turno do Brasileirão. A campanha fez com que fosse dispensado antes do término da competição, quando o time ocupava posição mediana na tabela. Sua última visita pública ao estádio Beira-Rio ocorreu em abril, quando foi um dos homenageados do espetáculo “Os Protagonistas”, que remontou a história colorada durante a reinauguração do estádio Beira-Rio.






Bookmark and Share