Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
15º


Faça sua Busca


Esportes > Tênis

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/06/2014 14:26 - Atualizado em 08/06/2014 14:27

Nadal derrota Djokovic e é campeão de Roland Garros pela nona vez

De quebra, o tenista espanhol mantém o primeiro lugar do ranking mundial

Rafael Nadal é o rei da terra<br /><b>Crédito: </b> Miguel Medina / AFP / CP
Rafael Nadal é o rei da terra
Crédito: Miguel Medina / AFP / CP
Rafael Nadal é o rei da terra
Crédito: Miguel Medina / AFP / CP

De virada, o espanhol Rafael Nadal conquistou neste domingo seu nono título no saibro de Roland Garros. A vitória veio sobre o número 2 do mundo, o sérvio Novak Djokovic, por 3 sets a 1, com parciais de 3/6, 7/5, 6/2 e 6/4.

Com a vitória, Nadal dispara na já folgada liderança em títulos do torneio, além de manter a posição de número 1 do mundo, que seria de Djoko no caso de uma vitória na final.

A partida não começou fácil para o espanhol, mas o desgaste e o cansaço de Djokovic no forte sol que batia na quadra Philipe Chartrier, deram uma vantagem a Nadal, nove vezes campeão na França.

1º set
A parcial começou parelha, com poucos erros dos dois tenistas e ambos mostrando extrema concentração na briga não só pelo título, mas pelo número 1 do ranking mundial.

Até o sétimo game da parcial, as dificuldades foram aumentando e Nadal esteve perto de contestar o saque de Djokovic. Mas, a velha máxima permanece e, quem não faz...

No oitavo game, Djokovic quebrou o saque de Nadal, salvou dois break points no jogo seguinte e derrotou o espanhol no primeiro set, por 6 a 3, em 45 minutos.

2º set
O set seguia apertado, com os cinco primeiros games sendo confirmados com facilidade, até o sexto, quando Djokovic sacava e Nadal teve a chance de quebrá-lo.

Em um rali com seis trocas, Nadal conquistou o ponto, mas o sérvio acusou bola fora e o juiz de cadeira desceu para confirmar o ponto de Djokovic, salvando o game do tenista por apenas mais três jogadas, quando Nadal o quebrou e abriu 4 a 2 no set.

Mas, o sérvio não ficou atrás e já no game seguinte devolveu a quebra e, mesmo com dificuldades, confirmou seu serviço, empatando a parcial em 4 a 4.

Sacando para empatar a partida em 6 a 6, Djokovic cometeu um erro quando o game estava em 30 a 15 para Nadal, dando a chance da quebra e do set point, confirmados pelo espanhol, que levou o set por 7 a 5, em 1h01.

3º set
Djokovic parecia ter sentido o final do set anterior e o calor do saibro francês, sofrendo uma quebra logo no segundo game da parcial e vendo Nadal abrir 3 a 0.

No sétimo game, com uma chance para quebrar o saque de Nadal, Djoko cometeu um erro em uma bola de direita e sua raquete pagou o pato, sendo arremessada ao chão. Em mais de 11 minutos de game, após novo erro de Djoko, o espanhol confirmou seu serviço e abriu 5 a 2 no set.

Sacando pela sobrevivência, Djokovic não conseguiu conter o ímpeto de Nadal, que recuperou-se no game, quando estava perdendo por 40 a 15 e quebrou o saque do sérvio na única chance que teve, fechando o set em 6 a 2, em 51 minutos.

4º set
Na abertura da parcial, Nadal conseguiu confirmar seu serviço de zero, enquando do outro lado da quadra, Djokovic passava mal e até vomitava, mostrando seu desgaste no calor francês em quase 3 horas de partida.

No sexto game do set, Nadal forçou o saque de Djoko e, no único break point que teve até o momento na parcial, aproveitou e abriu 4 a 2. Mas logo no game seguinte, Djoko devolveu a quebra e vibrou muito em quadra.

O sérvio confirmou seu serviço e empatou o set em 4 a 4. No game seguinte, Nadal também conseguiu confirmar seu saque e os jogadores entraram no décimo game do set com Nadal podendo ser campeão.

Djokovic começou o game bem, abriu 30 a 0, mas o Touro Miúra, ávido pelo nono título de Roland Garros conseguiu virar para 40 a 30 e, no primeiro match point, viu Djoko errar duas vezes o saque, fechando a parcial em 6 a 4 e o jogo em 3 sets a 1, em 3h32 de jogo.

O erro de Djoko aconteceu após um grito vindo da arquibancada desconcentrar o sérvio duas vezes. Ao final da partida, Djokovic "agradeceu" ao torcedor, de maneira irônica.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.