Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 09/06/2014
  • 17:06
  • Atualização: 17:26

Grêmio admite que contratação de Giuliano, no momento, é inviável

Além do meia, direção do tricolor quer contratar um atacante para completar o grupo de Enderson Moreira

Contratação de Giuliano, no momento, é inviável | Foto: Divulgação Facebook / Dnipro / CP

Contratação de Giuliano, no momento, é inviável | Foto: Divulgação Facebook / Dnipro / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

O desejo do Grêmio de contratar Giuliano, no Dnipro, da Ucrânia, é antigo, porém, o problema é o mesmo. Apesar de contar com dois investidores dispostos a comprar o ex-meia do Inter e colocá-lo no tricolor, o valor pedido pelos ucranianos é alto, atrapalha a evolução e a conclusão da contratação.

“Em outros momentos, o Grêmio também demonstrou interesse em contratar o Giuliano. Agora, neste momento, ele é um jogador caro para o Grêmio. É um valor que foge um pouco do que o clube pode pagar. Não é viável, neste momento”, revelou o assessor de Futebol, Marcos Chitolina.

Em 2012, o Grêmio chegou a enviar a Ucrânia um representante para tentar convencer o Dnipro a liberar o jogador que era reserva, na época. Porém, os ucranianos não aceitaram liberar o meia. Além do desejo de Giuliano de retornar ao Brasil, pela tensão no país, o jogador tem contrato até o final de 2015 e ele poderá sair em 18 meses sem ter que ressarcir o clube.

“Temos que ter responsabilidade e não criar falsas expectativas para o torcedor e para nós [da direção do Grêmio]. O valor pedido pelo clube foge um pouco do padrão do Grêmio. Isso não quer dizer que a contratação não pode ocorrer daqui a 10 dias. Estou dizendo que neste momento temos que ter muito cuidado, que é uma contratação cara e que é fora do padrão do Grêmio, neste momento”, declarou o dirigente.

Além de um meia, o Tricolor também procura um atacante até o dia 16 para entregar o grupo de jogadores completo para o técnico Enderson Moreira na reapresentação do elenco.