Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 10/06/2014
  • 22:47
  • Atualização: 23:16

Torcedor envolvido em briga deve se apresentar à Polícia em dias de jogos da Copa

Hierro está em liberdade provisória após ser detido por confusão no Beira-Rio, em 2011

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Por decisão judicial, o ex-líder da torcida Guarda Popular, do Inter, Jorge Roberto Gomes Martins, de 42 anos, conhecido como Hierro, não vai poder acompanhar, de dentro do estádio os jogos da Copa do Mundo. Em nota atrelada ao processo, a Justiça determinou que ele se apresente à Polícia Civil uma hora antes dos jogos do Mundial que forem realizados em Porto Alegre.

Hierro, que está sob liberdade provisória, é acusado de tentativa de homicídio dentro do Beira-Rio após uma confusão durante jogo festivo no fim de 2011. Conforme o delegado Ajaribe Pinto, o réu só vai poder deixar a delegacia uma hora após a partida. O delegado ainda salientou que, caso Martins não se apresente, a Justiça vai determinar a prisão preventiva dele.


Bookmark and Share