Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 10/06/2014
  • 23:40
  • Atualização: 23:42

Criciúma é punido por escalação irregular e perde pontos no Brasileiro

Diretoria do clube catarinense irá recorrer da decisão

  • Comentários
  • Lancepress

Em julgamento realizado nesta terça-feira, o Criciúma foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela escalação irregular do atacante Cristiano contra o Góias, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Além de perder três pontos, o Tigre ainda recebeu uma multa de R$ 1.000,00.

Quando defendia o Naviraiense, em 2013, o jogador foi expulso em jogo da Copa do Brasil e foi punido com cinco jogos. Antes de cumprir a pena integralmente em competições nacionais, ele foi relacionado pelos catarinenses e entrou em campo contra o Esmeraldino.

O Criciúma foi denunciado no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que indica: “Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”. Com pena de “perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais)”.

Cristiano foi julgado por uma expulsão no jogo de ida contra o Paysandu, em maio de 2013, pela segunda fase da Copa do Brasil. Após agredir o adversário com uma cabeçada na testa. O jogador recebeu o vermelho diretamente e foi julgado por “praticar agressão física”, conforme descrito no artigo 254-A do CBJD, que prevê gancho de quatro a 12 partidas. Como a punição não é para a edição subsequente de competição, tem que ser cumprida em outros torneios da CBF.

A direção do clube catarinense conseguiu o efeito suspensivo e até o próximo julgamento vai continuar com os 11 pontos que tem na tabela do Campeonato Brasileiro. Se tiver nova derrota no Pleno do STJD, o Criciúma perderá posições e será o primeiro clube fora da zona de rebaixamento, com oito pontos, assim como Chapecoense e Bahia.

Bookmark and Share