Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 11/06/2014
  • 08:38
  • Atualização: 09:00

Holanda encerra temporada de aventuras no Rio e segue para Salvador

Atletas visitaram Cristo Redentor, jogaram frescobol e tiraram fotos com fãs em solo carioca

Robben é um dos destaques da Seleção da Holanda na Copa do Mundo | Foto: Yasuyoshi Chiba / AFP / CP

Robben é um dos destaques da Seleção da Holanda na Copa do Mundo | Foto: Yasuyoshi Chiba / AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Eles já visitaram o Cristo Redentor, jogaram futebol e frescobol na praia, tiraram fotos com os fãs e teve até jogador sendo atingido por kitesurf. A Holanda está tendo uma semana animada no Rio de Janeiro, beirando clima de férias. Mas as aventuras da Laranja Mecânica vão precisar de uma interrupção para que a seleção entre de cabeça no clima de Copa do Mundo. Nesta quarta-feira, o time embarca para Salvador, onde vai começar a respirar os ares da cidade na qual vai estrear contra a Espanha, na reedição da final da Copa 2010 e no jogo mais esperado do Grupo B.

Mas se as imagens dos jogadores tomando caldo na Praia de Ipanema ou batendo uma bolinha na areia podem causar dúvidas nos brasileiros a respeito do comprometimento da seleção, entre os holandeses o comportamento não vem gerando muita discórdia.

"O técnico (Louis Van Gaal) sabe o momento em que os jogadores podem fazer algumas coisas. Creio que depois de amanhã (esta quarta) isso não será mais possível, porque estará muito perto da estreia", disse o ex-volante da seleção, Aron Winter, que disputou as Copas de 1994 e 1998.

Entre os jornalistas, o entendimento é que o problema da Holanda não é a superexposição, mas sim a falta de muitos talentos. "Não sei se é a escolha certa, mas eles acham que sim. Entendem que os jogadores não ficam entediados. Ver só grama, árvore e animais é chato. O fato é que temos um grupo difícil e não acho que a Holanda é boa para ser campeã", emendou Joachim Lippmann, da ANP Sports.

Pelo jeito, ainda que tenha Robben, Sneijder e Van Persie, a Holanda terá que cultivar mais do que popularidade para se dar bem na Copa.

Bookmark and Share