Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 15/06/2014
  • 11:29
  • Atualização: 11:36

Argentina estreia como favorita contra a Bósnia

Partida do grupo F será às 19h, mas hermanos estão no Maracanã desde de manhã

Argentina estreia como favorita contra a Bósnia | Foto: Juan Mabromata / AFP / CP

Argentina estreia como favorita contra a Bósnia | Foto: Juan Mabromata / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Lancepress

Apontada como uma das principais favoritas ao título mundial, a Argentina estreia na Copa do Mundo neste domingo diante da Bósnia, no Maracanã às 19h. Será o primeiro compromisso de um anunciado passeio dos argentinos no Grupo F, que também tem Nigéria e Irã, cujo destino final será uma classificação tranquila para a próxima fase.

O CORREIO DO POVO ACOMPANHA O JOGO EM TEMPO REAL A PARTIR DAS 19H

Não tem Cristiano Ronaldo nem mesmo Pelé. Esta é a visão dos bósnios, adversários da Argentina neste domingo no Maracanã: Lionel Messi ainda é o melhor do mundo e, talvez, seja o melhor de todos os tempos.

Enquanto a Argentina faz mistério e talvez use um esquema conservador, a Bósnia vai em sentido inverso e já avisou qual estratégia usará no confronto de estreia na Copa do Mundo: o mais ofensivo possível. Nem o fato de enfrentar Messi e companhia vai tirar a ousadia dos bósnios, segundo o técnico Safer Susic.

“Vamos jogar com três atacantes. Pelo menos dois meio-campistas e dois laterais que vão apoiar também. É assim que vamos jogar futebol. Somos melhores quando temos a bola - disse o treinador, em coletiva neste sábado à noite, no Maracanã”, revela Susic.

A qualidade técnica dos bósnios foi elogiada pelo argentino Alejandro Sabella. Susic agradeceu pelos elogios e espera ser mais uma surpresa na Copa.

O capitão e zagueiro da Bósnia, Emir Spahics, seguiu a mesma linha de pensamento do treinador. “Conheço os jogadores muito bem. Estou plenamente ciente do tipo de trabalho que teremos que fazer. Mas o futebol nos deu muitas surpresas e quem sabe teremos mais uma?”.

A seleção argentina está no Rio de Janeiro e pode contar com o desfalque de Gonzalo Higuaín. O jogador que se recupera de uma lesão no tornozelo direito, não joga há mais de um mês.

Higuaín sofreu um trauma na tíbia direita, no dia 27 de março, quando Inter de Milão e Napoli empataram em 0 a 0, no estádio Giuseppe Meazza, pelo Campeonato Italiano. Nos amistosos, Higuaín ficou de forafora e durante a semana de treinos na Cidade do Galo, também não participou de todos os treinamentos. O técnico Alejandro Sabella optou por Ezequiel Lavezzi, atacante do PSG, que deve ser o substituto do camisa nove da seleção argentina, caso realmente fique de fora.

Torcida já aparece no Rio de Janeiro,

Faltando ainda muito tempo para o pontapé inicial, o clima é de muita animação no entorno, especialmente por conta da presença maciça dos argentinos.

Uniformizados, com bandeiras, assessórios e entoando os tradicionais cantos, os hermanos dão um clima de Buenos Aires ao Maraca. A diferença é que também há muitos brasileiros desfilando com a amarelinha da Seleção, o que acaba equilibrando as forças. Animados, alguns deles arriscaram o placar. "Vai ser 6 a 0. Três só do Messi", gritou um torcedor.

Mas nem só de argentinos e brasileiros é formado o climão do jogo no Maracanã. Também há bósnios. Poucos, tímidos, mas nem por isso deixaram de vir ao Brasil apoiar a seleção na primeira participação dela em Copas do Mundo.

Uma família de Sarajevo admite que as chances não são muitas diante de Messi e companhia, mas por que não crer em um milagre? "Sendo realistas, a Argentina é muito favorita. Mas acredito que possamos conseguir algum contra-ataque. Dzeko e Pjanic podem conseguir alguma coisa", disse Aid Mujanovic, acrescentando que sua família não teve problemas no Rio de Janeiro e que já aproveitaram muito as praias da cidade.

Grupo F - Primeira rodada

Argentina
Romero, Zabaleta, F. Fernandez, Garay, Rojo, Mascherano, Gago, Di María, Messi, Agüero, Higuaín. Técnico: A. Sabella

Bósnia
Begovic, Mujdza, Bicakcic, Spahic, Kolasinac, Misimovic, Medunjanin, Pjanic, Lullc, Dzeko, Ibisevic. Técnico: Safet Susic

Árbitro: Joel Aguilar (El Salvador)
Local: estádio Maracanã.
Início: 19h.


Bookmark and Share