Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 25/06/2014
  • 19:04
  • Atualização: 21:05

Com show de Shaqiri, Suíça despacha Honduras e enfrenta a Argentina

Seleção europeia não teve muitas dificuldades para conquistar a vitória

Suíça goleou Honduras por 3 a 0 e garantiu vaga | Foto: Anne-Christine Poujoulat / AFF / CP

Suíça goleou Honduras por 3 a 0 e garantiu vaga | Foto: Anne-Christine Poujoulat / AFF / CP

  • Comentários
  • Lancepress

A Suíça passou fácil por Honduras e venceu por 3 a 0, em jogo realizado na tarde desta quarta-feira, na Arena da Amazônia, em Manaus. O resultado foi o suficiente para colocar os helvéticos no segundo lugar do Grupo E e também nas oitavas de final da Copa do Mundo, contra a Argentina. O grande nome do jogo foi o meia Shaqiri. Autor de três gols, ele passou com facilidade pelos defensores hondurenhos e ainda mostrou um faro de artilheiro.

O resultado apagou a má impressão deixada pela Suíça na Copa de 2010, quando foi eliminada na primeira fase ao empatar em 0 a 0 com a mesma Honduras. Desta vez, porém, a história foi diferente, com a classificação para a próxima fase assegurada. Já a seleção de Honduras sai da Copa com três derrotas, porém com uma missão cumprida: a de marcar um gol (contra o Equador, na derrota de 2 a 1), já que havia um jejum de 32 anos sem marcar em Copas.

A Suíça começou o jogo pressionando a saída de bola de Honduras. O panorama da primeira etapa, aliás, foi de muita posse de bola para a Bicolor, mas com pouca efetividade. Os helvéticos, por outro lado, jogaram no erro do adversário, prontos para matar o jogo. E foi assim que Shaqiri resolveu com dois tentos. No primeiro, o camisa 23 acertou um chute de rara felicidade, de fora da área. Já no segundo ele mandou para o fundo da rede após aproveitar excelente assistência de Drmic. Com o 2 a 0 no placar, La Nati tirou o pé, enquanto Honduras não conseguiu chegar ao gol.

A seleção de Honduras voltou para o segundo tempo muito melhor do que no primeiro. Mais inteira fisicamente, a Bicolor pressionou bastante e esteve muito próxima de marcar pelo menos um gol. A Suíça parecia mais cansada na segunda etapa.

Precavidos, os helvéticos ficaram na defesa, à espera de uma oportunidade para matar o jogo. E foi assim que Shaqiri, de novo ele, marcou o terceiro dele. Drmic foi ao fundo em jogada de velocidade e deu nova assistência para o camisa 23 mandar para o fundo da rede: 3 a 0 e jogo “morto”. Após o terceiro gol de Shaqiri, a partida ficou mais lenta, com trocas de passes, se arrastando até o apito final, com a classificação da Suíça e o adeus de Honduras.







Bookmark and Share