Porto Alegre, terça-feira, 25 de Novembro de 2014

  • 26/06/2014
  • 08:13
  • Atualização: 08:25

Classificada, Bélgica encara Coreia do Sul em busca do melhor futebol

Partida pelo Grupo H ocorre às 17h na Arena Corinthians, em São Paulo

Sul-coreanos provavelmente farão sua última partida nesta Copa do Mundo | Foto: Jung Yeon-Je/John Thys / AFP / CP

Sul-coreanos provavelmente farão sua última partida nesta Copa do Mundo | Foto: Jung Yeon-Je/John Thys / AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Em momentos distintos, Bélgica e Coreia do Sul se enfrentam na próxima quinta-feira, ás 17h, na Arena Corinthians, pelo Grupo H. Enquanto a seleção do técnico Marc Wilmots já está classificada para as oitavas de final, os sul-coreanos provavelmente farão sua última partida nesta Copa do Mundo. Em virtude das situações, os Diabos Vermelhos querem aproveitar o embate com os Tigres Asiáticos e jogar um futebol de qualidade, fato que não aconteceu nos dois primeiros jogos da equipe neste Mundial.

Força do banco

A seleção belga vem de duas vitórias na competição, quando derrotou a Argélia por 2 a 1, no Mineirão, e venceu a Rússia no Maracanã, pelo placar de 1 a 0. Coincidentemente, as vitórias vieram do banco de reservas. No primeiro jogo, Fellaini e Mertens entraram no decorrer da partida em que sua seleção estava perdendo por 1 a 0, mas os dois suplentes marcaram para Bélgica e asseguraram a vitória. Na segunda partida, o jogo se encaminhava para um 0 a 0 no Maracanã, mas o técnico Marc Wilmots promoveu a entrada de Origi, que recebeu o passe de Hazard e fez o gol da vitória.

Por um futebol de qualidade

Apesar dos seis pontos adquiridos, a Bélgica que chegou ao Brasil com status de candidata a surpresa da Copa, não fez bons jogos. Duelo contra a Coreia do Sul é encarado como o momento para reencontrar o bom futebol que os Diabos Vermelhos apresentaram nas eliminatórias. O volante Witsel está pendurado com um cartão amarelo e pensando nisso, Marc Wilmots deve colocar Steven Defour em seu lugar. O jogador do Porto reconheceu que a sua equipe não tem feito boas atuações, mas frisou a importância das vitórias obtidas.

"É verdade que nem sempre tivemos bons momentos e temos de melhorar isso. Mas se continuarmos ganhando, isso é o mais importante", afirmou Defour. Ainda sobre o desempenho da equipe, o meio-campo Mousa Dembelé, acredita que o futebol da Bélgica vá melhorar nesta partida. "Podemos jogar muito melhor, principalmente se formos adiante. É nossa primeira vez na Copa, então cada jogo que ganhamos dá mais confiança", declarou o jogador do Tottenham.

Foco coreano

Lanterna do Grupo H, com chances remotas de classificação, já que possui apenas um ponto e saldo de dois gols negativo, a Coreia precisaria vencer a Bélgica e torcer para que Rússia (um ponto e com saldo de um gol negativo) vença a Argélia (com três pontos) e então a segunda vaga seria decidida pelo saldo de gols. Mesmo com a difícil tarefa, a Coreia se mostra focada e no último treinamento em Foz do Iguaçu (PR), passaram a manhã desta terça-feira analisando os vídeos da seleção belga e não abriram o treinamento para a imprensa.

A Coreia vem de um empate contra a Rússia em 1 a 1, na Arena Pantanal, e de uma derrota por 4 a 2 para a Argélia, em partida realizada no Beira Rio.

Grupo H

Bélgica
Courtois; Alderweireld, Van Buyten, Kompany e Vertonghen; Defour e Fellaini; De Bruyne, Hazard e Mertens; Lukaku. Técnico: Marc Wilmots

Coreia do Sul
Jung Sung Ryong; Lee Yong, Kim Young Gwon, Hong Jeong Ho e Yun Suk Young; Han Kook Young, Lee Chung Yong, Ki Sung Yueng e Koo Ja Cheol; Son Heung Min e Park Chu Young. Técnico: Hong Myung Bo

Arbitragem:
Benjamin Williams (AUS). Auxiliares: Matthew  Cream (AUS) e Hakan Anaz (AUS)

Local:
Arena Corinthians, São Paulo (SP).

Hora:
17h (de Brasília).


Bookmark and Share