Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 28/06/2014
  • 09:38
  • Atualização: 09:40

Brasil tenta manter freguesia do Chile

Seleção tem 100% de aproveitamento em três confrontos válidos por Copas do Mundo

Neymar é a principal aposta do Brasil | Foto: Jefferson Bernardes / Vipcomm / CP

Neymar é a principal aposta do Brasil | Foto: Jefferson Bernardes / Vipcomm / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Se o Chile vem com uma geração tida como uma das mais fortes da história de seu país para o confronto deste sábado, o Brasil se respalda no histórico do confronto para manter a confiança por uma vaga nas quartas de final da Copa do Mundo. Até hoje, as duas seleções se enfrentaram três vezes em Mundiais. E foram três vitórias do Brasil.

Acompanhe o minuto a minuto da partida às 13h
Siga no Twitter @CPnaCopa

As duas mais recentes foram, coincidentemente, em oitavas de final. Em 2010, na África do Sul, a Seleção comandada por Dunga goleou os rivais sul-americanos por 3 a 0. Na França, em 1998, o Brasil derrotou a geração de Salas e Zamorano por 4 a 1.

Um pouco mais equilibrado, porém, foi o primeiro confronto em Copas, em 1962. O Chile, por sinal, era o país-anfitrião. O Brasil que logo em seguida seria bicampeão do mundo venceu os chilenos por 4 a 2 – com dois gols de Vavá e outros dois de Garrincha.

No confronto histórico, de acordo com o jornalista e pesquisador Cláudio Dienstmann, são praticamente sete vezes mais vitórias brasileiras. Em 98 anos, desde 1916, as duas seleções se enfrentaram em 68 jogos, 48 vitórias para o Brasil, 13 empates, sete derrotas, 159 gols a favor, 58 contra, saldo positivo 101.

Neste sábado, a aposta de Felipão para manter a “freguesia” é em Neymar, Fred e companhia. O time deve ter a entrada de Fernandinho no lugar de Paulinho no meio de campo, de baixo rendimento na primeira fase da Copa. O duelo começa às 13h, no Mineirão.

Copa do Mundo - Oitavas de final

Brasil

Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Fernandinho (Paulinho), Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Chile
Bravo, Medel, Silva e Jara; Isla, Aranguiz, Diaz e Mena; Gutierrez , Vargas e Sanchez. Técnico: Jorge Sampaoli.

Arbitragem: Howard Webb (ING), com Michael Mullarkey (ING) e Darren Cann (ING).
Local: Mineirão (Belo Horizonte)
Horário: 13h

Bookmark and Share