Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 29/06/2014
  • 12:03
  • Atualização: 12:05

Costa Rica x Grécia fazem o duelo mais inesperado das oitavas

Jogo por uma vaga inédita para ambas as seleções nas quartas de final começa às 17h em Recife

Ruiz levou a Costa Rica para as quartas de final da Copa do Mundo | Foto: Aris Messinis / AFP / CP

Ruiz levou a Costa Rica para as quartas de final da Copa do Mundo | Foto: Aris Messinis / AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Fora de campo e antes da Copa, Grécia e Costa Rica eram tidos como carta fora do baralho. Nas oitavas de final, porém, as duas se enfrentam tendo deixado para trás seleções como Costa do Marfim, Inglaterra e Itália. Neste domingo, na Arena Pernambuco, 17h, em Recife, só uma das "zebras" do Mundial seguirá em frente.

Os gregos já sabem muito bem como lidar com o papel de surpresa. Afinal, em 2004, eles levantaram a Eurocopa, eliminando França e Portugal no caminho para o título inédito. Nesta Copa, a Grécia chegou desacreditada e era a última opção para se classificar no Grupo C. Bem a seu estilo, eles passaram de fase aos trancos e barrancos.

Mas a grande surpresa da Copa é mesmo a Costa Rica. Intrusa na chave dos campeões mundiais Uruguai, Itália e Inglaterra, mostraram autoridade ao vencer os dois primeiros e, já classificados, empatarem com o último. Ainda mais chocante foi o fato de que os costarriquenhos foram superiores a italianos, uruguaios e ingleses, times com muito mais tradição.

"Estamos fazendo um excelente trabalho e grande história. Queremos fazer nosso melhor e estamos dando nosso máximo, concentrados em nós mesmos e fazendo as coisas bem feitas.Ffazendo isso, nosso país conseguirá desfrutar o máximo da Copa", comentou o meia Michael Barrantes.

Ficha técnica
Data 29/6/2014
Horário: 17h
Local: Arena Pernambuco, Recife (PE)
Árbitro: Benjamin Williams (AUS)
Assistentes: Matthew Cream (AUS) e Hakan Anaz (AUS)

Costa Rica
Navas, Umaña, González e Duarte; Gamboa, Tejeda, Celso Borges e Júnior Diaz; Ruíz, Campbell e Bolaños.
Técnico: Jorge Luis Pinto

Grécia
Karnezis (Glykos), Torosidis, Manolas, Papastathopoulos, Cholevas; Maniatis, Kone, Christodoulopoulos, Karagounis e Samaras; Salpingidis.
Técnico: Fernando Santos

Bookmark and Share