Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 29/06/2014
  • 19:22
  • Atualização: 19:27

Técnico da Argélia lembra 1982 e ressalta motivação contra Alemanha

Vahid Halilhodžic não fugiu do assunto e demonstrou incômodo com polêmica da Copa da Espanha

Técnico argelino garante motivação a mais contra a Alemanha | Foto: Fabiano do Amaral

Técnico argelino garante motivação a mais contra a Alemanha | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Correio do Povo

O técnico da seleção da Argélia, Vahid Halilhodžic, concedeu entrevista coletiva na tarde deste domingo no Beira-Rio onde não escondeu seu ressentimento com relação à polêmica de 1982 envolvendo a Alemanha. Na ocasião, os argelinos haviam vencido os alemães na estreia da Copa do Mundo da Espanha, mas foram eliminados ainda na fase de grupos após uma vitória da então Alemanha Ocidental sobre a Áustria por 1 a 0. Após a partida, insinuações surgiram de que o resultado teria sido arranjado para as duas seleções europeias passarem para a segunda fase.

“Eu não esqueci o que aconteceu em 1982 e estaremos muito motivados”, disse Vahid Halilhodžic na coletiva oficial da Fifa.

Alemanha e Argélia se enfrentam nesta segunda-feira, às 17h, no Beira-Rio em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Apesar de destacar a motivação de seu time Halilhodžic admitiu que o favoritismo para o jogo é alemão. "É evidente que a Alemanha é a favorita, mas estamos confiantes e acredito que vamos surpreender. Já utilizei 19 jogadores na Copa. Não temos craques nem estrelas, então vamos jogar coletivamente”, analisou.

O zagueiro Rafik Halliche lembrou a primeira partida da Argélia no Beira-Rio – vitória de 4 a 2 sobre a Coreia do Sul na fase de grupos – e disse que espera ter novamente o apoio da torcida em Porto Alegre.

“Já jogamos neste estádio e tivemos um ambiente incrível de apoio. Fizemos uma boa partida, o torcedores ficaram do nosso lado. Vamos ver se amanhã eles irão nos apoiar também. Jogo é diferente. A Alemanha é uma equipe com características diferentes da Coreia. Para nós uma coisa é clara, vamos jogar o jogo do futebol argelino, tocar a bola, muito voluntariedade, isto é a chave”, disse.

Antes da coletiva no Beira-Rio, os argelinos realizaram um treinamento na Arena do Grêmio. Devido à chuva, a FIfa autorizou apenas os alemães, que ainda não conheciam o estádio colorado, a treinarem neste domingo no palco da partida desta segunda-feira.

Bookmark and Share