Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 03/07/2014
  • 11:04
  • Atualização: 11:19

Imprensa colombiana relata inconsistência do Brasil e dependência de Neymar

Jornais destacam ainda que Colômbia chega ao confronto em "estado de graça"

Imprensa colombiana relata inconsistência do Brasil e dependência de Neymar | Foto: Gaspar Nóbrega / Vipcomm / CP

Imprensa colombiana relata inconsistência do Brasil e dependência de Neymar | Foto: Gaspar Nóbrega / Vipcomm / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A imprensa da Colômbia está com muita confiança para o jogo desta sexta-feira contra o Brasil, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo. Boa parte deste otimismo relatado pelos jornais colombianos está ligado à inconsistência da Seleção Brasileira demonstrada durante a primeira fase e no jogo das oitavas de final diante do Chile. Além disso, os principais periódicos destacam que o time de Luiz Felipe Scolari é dependente de Neymar. 

Para o jornal El Tiempo, a Seleção Brasileira sustenta o sonho do hexacampeonato com um time que não tem tantos craques. Neymar lidera a esperança de título do Brasil, enquanto Felipão precisa lidar com deficiências coletivas da equipe. Conforme o El Tiempo, existem ao menos quatro defeitos claros no time verde-amarelo.

O espaço que fica nas costas dos laterais Daniel Alves e Marcelo pode ser aproveitado pela seleção da Colômbia. Além disso, o vazio que fica entre a defesa e o meio-campo também é um caminho que os jogadores de José Pekerman podem utilizar para criar situações. Os outros dois "defeitos" do Brasil estão no setor de ataque. Conforme o El Tiempo, Hulk, mesmo sendo dedicado, costuma ficar perdido entre meio-campo e ataque. O centroavante Fred não costuma pressionar a defesa e tem encontrado dificuldade para entrar na engrenagem elaborada por Felipão.




O jornal El Nuevo Siglo, a Colômbia chega ao confronto contra o Brasil em estado de graça. A fase do time colombiano é justificada pelas três vitórias na primeira fase e pela goleada sobre o Uruguai, nas oitavas de final. O texto ainda destaca que o time não tem problemas de desfalques e deve ser o mesmo que eliminou a Celeste Olímpica. 

O Nuevo Estadio escalou o montanhista Nelson Cardona, famoso na Colômbia, para escrever um artigo antes do jogo de amanhã. Cardona sustenta no texto que a seleção deixou para trás aqueles momentos em que era vítima das circunstâncias. O protagonismo foi abraçado pelo time colombiano. "Temos um futebol que faz gols espetaculares, cheio de magia e verticalidade", diz o texto.





Bookmark and Share