Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 03/07/2014
  • 17:32
  • Atualização: 17:55

Zé Roberto usa Alemanha como exemplo para Grêmio furar retrancas

Com passagem pelo futebol do país europeu, meia crê que estilo alemão pode ser usado pelo Tricolor

Zé Roberto presenteou o amigo Schweinsteiger com uma camisa do Grêmio | Foto: Instagram / Reprodução / CP

Zé Roberto presenteou o amigo Schweinsteiger com uma camisa do Grêmio | Foto: Instagram / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Lancepress

O quadro se repete inúmeras vezes: o visitante se fecha se posta um pouco mais atrás e busca o contra-ataque para surpreender o dono da casa. O Grêmio já viveu algumas vezes situações como esta na temporada. Com a Copa do Mundo em vigência, o meia Zé Roberto, ainda que reserva, vê os amigos da Alemanha como exemplo para o Tricolor consolidar seu estilo de jogo.

A equipe de Joachim Low tem como característica o toque de bola, algo colocado em prática por Pep Guardiola no Bayern de Munique, base da seleção alemã. Por vezes, até tem sido criticada pela falta de objetividade. Mas controla o jogo na maior parte do tempo.

“A equipe da Alemanha é jovem, mas eles já se conhecem, sabem o que devem fazer. A posse de bola é o que me chama mais atenção. Time que sabe cadenciar, consegue agredir no sentido de busca de gols, sempre esperando uma brecha no adversário. Vamos encontrar equipes retrancadas na Arena, se tivermos essa posse de bola da Alemanha, vai nos ajudar muito”, comparou Zé Roberto.

O camisa 10 gremista visitou a concentração dos alemães. Passeou com Schweinstenger por Porto Alegre, o recebendo em sua casa. E tirou foto com alguns jogadores, como Mario Gotze, na concentração alemã. Em campo, apesar da dificuldade, a Alemanha venceu a Argélia e passou para as quartas de final, quando enfrentará a França, nesta sexta-feira. Zé Roberto jogou muito tempo no país, passando por Bayer Leverkusen, Bayern de Munique e Hamburgo.

“O encontro foi mais de amizade, a última vez que o vi foi em 2012 na final da Champions League, quando tive a felicidade de revê-lo. Conseguimos nos encontrar, fui na concentração. Mais um reencontro de uma amizade que já perdura há alguns anos. Não só a seleção alemã, mas outras podemos usar como exemplo. As seleções se entregam ao máximo”, completou o camisa 10 gremista, atualmente reserva de Enderson Moreira.

A posse de bola pode ser exercida já nesta quarta-feira, quando o Grêmio enfrentará o Grêmio Maringá, em amistoso no Paraná. No entanto, o campo pode ser um complicador para tal fato, já que não se encontra em boas condições.

Bookmark and Share