Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 04/07/2014
  • 17:01
  • Atualização: 17:07

Cerca de 50 torcedores tiveram os ingressos roubados antes de Brasil e Colômbia

Ladrões causaram confusão ao lado do estádio Castelão, em Fortaleza

Grupo roubou ingressos de torcedores na chegada ao Castelão | Foto: Rafael Peruzzo / Especial / CP

Grupo roubou ingressos de torcedores na chegada ao Castelão | Foto: Rafael Peruzzo / Especial / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Cerca de 50 pessoas tiveram o ingresso roubado na Arena Castelão, minutos antes do jogo entre Brasil e Colômbia, em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa do Mundo nesta sexta-feira. A maioria dos furtos aconteceu durante uma confusão que aconteceu na Arena Budweiser, montada ao lado do estádio pela cervejaria que é uma das patrocinadoras da Copa do Mundo.

Desesperadas, as vítimas registraram boletim de ocorrência no Juizado Especial do Torcedor no Castelão. “Isso é um absurdo. Estávamos em um lugar que a Fifa organizou para os torcedores se divertirem e consumirem produtos. Meu namorado foi pegar uma cerveja e quando voltou já não tinha mais ingressos no bolso dele”, disse chorando a advogada Fernanda Viola, de 32 anos, que mora em Vitória (ES).

O caso foi registrado pelo delegado Elzo Moreira. A polícia tenta encontrar os criminosos, embora ele admita que seja muito difícil. “As pessoas que estão registrando o B.O. estão tentando identificar os ladrões. Pedimos o reforço da Polícia Militar nessa operação porque ela pode entrar no estádio a partir de 25 minutos de jogo”, afirmou Moreira.

A Defensoria Pública do Juizado do Torcedor entrou com pedido de liminar para os torcedores terem os ingressos reimpressos, mas a juíza Maria José Bentes indeferiu o pedido, para revolta dos presentes. “Isso é muito triste. Eu fui a todos os jogos da Colômbia nas outras cidades e nunca tinha acontecido isso comigo. O processo para resolver é muito lento”, lamentou o colombiano Oscar Osório, engenheiro de 34 anos, que acompanhava um amigo que foi roubado.

Em outros casos registrados no Juizado Especial, um homem foi preso em flagrante com credencial da Fifa de outra pessoa, além de outros dois homens que foram detidos usando credenciais falsas.

Bookmark and Share