Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

  • 12/01/2018
  • 10:03
  • Atualização: 10:09

“Walace não tem condição física e mental”, diz técnico do Hamburgo

Volante pode parar no Flamengo ou no Atlético-MG

Walace quer sair do Hamburgo | Foto: Hamburgo SV / Divulgação / CP

Walace quer sair do Hamburgo | Foto: Hamburgo SV / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Um dos nomes mais cobiçados por clubes brasileiros na janela para transferências, o volante Walace, ex-Grêmio, desfalcará o Hamburgo no próximo jogo do Campeonato Alemão. Na mira de times como Flamengo e Atlético Mineiro, o jogador foi barrado pelo técnico Markus Gisdol e não vai encarar o Augsburg neste sábado fora de casa.

Walace já teria manifestado à diretoria do Hamburgo o desejo de retornar ao Brasil e inclusive se reapresentou ao clube com atraso de três dias após a folga de final de ano. Talvez por isso, Markus Gisdol alegou que o jogador está longe de suas melhores condições físicas, mas admitiu que o componente mental foi determinante para a decisão de barrá-lo.

“Do meu ponto de vista, o Walace não está em sua melhor condição, tanto física quanto mental. Ele não está com a cabeça 100% neste jogo e este é o problema. É por isso que ele não estará com o nosso elenco para o próximo jogo”, declarou em entrevista coletiva.

Walace surgiu como destaque do Grêmio em 2016 e inclusive sagrou-se campeão olímpico com a Seleção Brasileira, no Rio de Janeiro. Foi contratado pelo Hamburgo no início do ano passado mas não é titular absoluto no time alemão. Até o momento, ele disputou 12 jogos e fez um gol na temporada 2017/2018. Apesar de não ser titular, o volante é tido como uma das promessas do clube.

O Hamburgo ocupa a 17ª colocação no campeonato alemão, à frente apenas do lanterna Colônia. A campanha ruim do tradicional clube alemão desanima o volante que, por isso, quer sair.

O Atlético Mineiro seria o clube mais próximo de fechar com Walace e inclusive teria mandado dois representantes à Alemanha para tentar finalizar o acordo. Já o Flamengo tentou o acerto por empréstimo de um ano e meio, mas ouviu a negativa do Hamburgo, que aceita apenas negociá-lo em definitivo.