Correio do Povo | Notícias | Torcedor que caiu da arquibancada em clássico catarinense está em estado grave

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 18 de Novembro de 2018

  • 02/09/2018
  • 08:58
  • Atualização: 09:37

Torcedor que caiu da arquibancada em clássico catarinense está em estado grave

Acidente aconteceu durante a partida entre o Avaí e Figueirense pela Série B do Brasileirão

 Douglas Cirimbelli, de 26 anos, foi socorrido pela equipe do Helicóptero dos Bombeiros | Foto: Avaí FC / Divulgação / CP

Douglas Cirimbelli, de 26 anos, foi socorrido pela equipe do Helicóptero dos Bombeiros | Foto: Avaí FC / Divulgação / CP

  • Comentários
  • AE

O estado do torcedor do Figueirense Douglas Cirimbelli, de 26 anos, é grave, porém estável. Ele sofreu traumatismo craniano ao cair da arquibancada no estádio da Ressacada, em Florianópolis, no clássico em que o Avaí perdeu para o rival por 1 a 0, neste sábado, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Mantido em coma induzido por remédios, os médicos vão aguardar a evolução do quadro nas próximas 48 horas.

Douglas estava no Setor F, destinado à torcida visitante, e teria se desequilibrado devido ao estado escorregadio das arquibancadas, que estavam molhadas devido à forte chuva. A queda ocorreu de uma altura de aproximadamente cinco metros, segundo avaliação dos bombeiros. Ao ser atendido pelos paramédicos do estádio, ficou constatada a gravidade da situação. Além do trauma na cabeça, havia suspeita de uma lesão na coluna cervical, além dele apresentar escoriações na parte abdominal. O quadro era de saturação sanguínea abaixo do recomendado e com necessidade do suporte avançado, procedimento executado depois pela equipe do Helicóptero dos Bombeiros - o Arcanjo-01. A aeronave pousou no gramado aos 24 minutos do primeiro tempo, quando deixou a sua equipe para ministrar medicamentos, completar a imobilização e fazer a entubação endotraqueal pela boca.

O jogo ficou parado por seis minutos, quando o helicóptero levantou voo e aguardou os procedimentos no centro de treinamento do Avaí. O segundo pouso ocorreu durante o intervalo da partida. Desta vez, o ferido foi colocado na aeronave sob os aplausos dos torcedores - quase 14 mil presentes - e levado até o heliponto Beira Mar Norte. Lá, uma ambulância do SAMU completou o transporte até o hospital Governador Celso Ramos, localizado na região central da capital catarinense.

A direção do Avaí, mandante do jogo, emitiu uma nota oficial lamentando o incidente e elogiando o pronto atendimento realizado pelos paramédicos presentes no estádio, bem como cumprimentou a operação de resgate processado pela Arcanjo-01. A torcida aplaudiu a operação, que inicialmente gerou apreensão. Quase ao mesmo tempo da ocorrência grave, a equipe médica do estádio da Ressacada atendeu um torcedor do Avaí, que sofreu um mal súbito. Mas ele foi medicado e liberado.