Correio do Povo | Notícias | Ceará busca empate com o América-MG com pênalti polêmico

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

  • 14/05/2018
  • 22:49
  • Atualização: 23:03

Ceará busca empate com o América-MG com pênalti polêmico

Após o 2 a 2, clube nordestino segue sem vencer no Brasileirão

Após o 2 a 2, clube nordestino segue sem vencer no Brasileirão | Foto: Estevão Germano / América-MG / Divulgação CP

Após o 2 a 2, clube nordestino segue sem vencer no Brasileirão | Foto: Estevão Germano / América-MG / Divulgação CP

  • Comentários
  • AE

Um pênalti polêmico, já nos acréscimos, fez o Ceará buscar um empate por 2 a 2 diante do América-MG, em partida realizada nesta segunda-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza. O time cearense saiu perdendo por 2 a 0, mas contou com uma ousadia do técnico Marcelo Chamusca para amenizar a crise.

O Ceará segue sem vencer no Brasileirão e está na 19ª e penúltima posição com três pontos, a dois do Inter, primeiro fora da zona de rebaixamento. Já o América-MG terminou em 10º lugar, com sete, desperdiçando a oportunidade de terminar dentro do G4. O Grêmio, em quarto, tem oito.

O primeiro tempo foi de vaias e de gritos de "time sem vergonha" por parte dos torcedores do Ceará. A equipe da casa até que começou bem, mas caiu de produção quando Giovanni abriu o placar logo aos dois minutos. Aylon acionou Luan pelo lado esquerdo de campo. O atacante cruzou na cabeça do lateral-esquerdo, que desviou para o fundo das redes. O jogador estava em noite inspirada e fez o segundo aos 29, após completar o lançamento de Marquinhos com a perna esquerda.

Apesar de tudo jogar contra, o Ceará buscou forças e conseguiu diminuir ainda na etapa inicial. Após cobrança de escanteio de Pio, Élton cabeceou para o gol. O assistente não correu para a linha de fundo, acusando um impedimento de Wescley, que teria participado no lance, mas o lance acabou sendo validado pelo árbitro.

No segundo tempo, o jogo caiu de produção. O América-MG veio com uma postura mais defensiva, errando passes fáceis e sem ameaçar. O Ceará era quem tinha mais volume de jogo, mas não conseguiu encaixar uma jogada de perigo durante 20 minutos, o que levou Marcelo Chamusca colocar Arthur, artilheiro do time na temporada, em campo.

Com as mudanças de Marcelo Chamusca, o Ceará ficou com quatro atacantes em campo: Arthur, Juninho Piauiense, Eder Luis e Elton. A partir daí foi ataque contra a defesa. Após João Ricardo levar a melhor em cima de Pio em duas oportunidades em chutes de longa distância, o meia deixou tudo igual, aos 47 minutos, em cobrança de pênalti, para deixar tudo igual na Arena Castelão. A marcação da penalidade duvidosa deixou indignados os jogadores do América.

Na próxima rodada, a sexta, o Ceará desafia o Vitória neste domingo, às 11 horas, no estádio do Barradão, em Salvador. No mesmo dia, às 16 horas, o América-MG enfrenta o Botafogo no estádio Independência, em Belo Horizonte.