Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

  • 25/06/2017
  • 17:53
  • Atualização: 18:03

Luan erra pênalti, Grêmio perde para o Corinthians e decepciona torcida na Arena

Gol de Jádson levou time paulista a abrir quatro pontos na liderança do Brasileirão

Grêmio perde para o Corinthians e decepciona torcida | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

Grêmio perde para o Corinthians e decepciona torcida | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Cristiano Munari

O Grêmio decepcionou os mais de 50 mil torcedores que foram à Arena na tarde deste domingo para a partida contra o Corinthians com a esperança de ver o clube assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. Diante de um forte adversário, o Tricolor não conseguiu repetir as boas atuações das últimas rodadas e acabou derrotado por 1 a 0.

O único gol da partida foi marcado por Jádson aos 5 minutos do segundo tempo. Luan teve a chance para empatar aos 38 minutos da etapa final de pênalti, mas Cássio defendeu a cobrança. O Corinthians, assim, quebrou a invencibilidade do Grêmio na Arena em 2017.

Com a vitória, o Corinthians vai para 26 pontos e abre quatro em relação ao Grêmio, que fica com 22. O Tricolor volta a campo já na próxima quarta-feira, às 21h45min, quando recebe o Atlético-PR na Arena em jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso gremista é no sábado diante do Palmeiras no Allianz Parque. No dia seguinte, às 16h, o Corinthians receberá o Botafogo no Itaquerão.

Grêmio e Corinthians fazem primeiro tempo equilibrado na Arena

Ainda que pela 10ª rodada, o confronto entre Grêmio e Corinthians ganhou tratamento de decisão por conta da vantagem que as duas equipes abriram na ponta de cima da tabela do Brasileirão. Com o time paulista um ponto na frente (23 a 22), o Tricolor entrou no gramado da Arena sabendo que era sua grande chance de assumir a liderança. Assim, o time de Renato Portaluppi iniciou a partida buscando o ataque – preferencialmente em jogadas pelo lado.

Em cinco minutos de jogo, o Grêmio conseguiu logo três boas chegadas pelos lados do campo, com Edílson pela direita duas vezes e uma com Pedro Rocha. Na bola vinda da esquerda, Ramiro apareceu em diagonal dentro da pequena área, mas não conseguiu o desvio para o gol.

Apesar da iniciativa do jogo ser do Grêmio, o Corinthians teve a primeira grande oportunidade para marcar na partida. Aos 12 minutos, Jô fez a parede em cima de Kannemann e a bola chegou a Paulo Roberto. O volante se livrou da marcação, invadiu a área e chutou cruzado para grande defesa de Marcelo Grohe, que evitou o gol do time paulista. O lance foi o único claro de gol do Timão na primeira etapa.

A resposta do Grêmio veio logo em seguida. Se estava difícil chegar tocando por conta da boa marcação do Corinthians, Pedro Rocha arriscou da entrada da área aos 19. A bola tinha o endereço do ângulo, mas Cássio foi lá e, de mão trocada, mandou para escanteio.

Três minutos depois, quase gol do Grêmio. O escanteio foi batido de forma em jogada combinada envolvendo Pedro Rocha e Luan. O camisa 7 bateu embaixo da bola e encontrou Pedro Geromel, que, sozinho, desviou por cima do gol na grande chance gremista no primeiro tempo.

Com o cronômetro passando dos 30 minutos, o Corinthians passou a sair mais para o jogo. Talvez pela questão física da sequência de jogos, o Grêmio não marcou com pressão na saída de bola, esperando sempre o adversário próximo à linha do meio de campo.

Com liberdade para sair de trás, o Timão passou a chegar no toque de bola. Aos 34, a torcida gremista levou um susto. Jô fez o pivô e encontrou Fagner, que invadiu a área e caiu após disputa com Cortez. O árbitro Wilton Pereira Sampaio, porém, mandou seguir para reclamação dos jogadores do Corinthians.

Ainda antes do intervalo foi a vez do Grêmio reclamar da arbitragem. Kannemann deu uma bronca em Ramiro por uma falha na marcação em um lance, Wilton Sampaio entendeu que a reclamação era com ele e deu cartão amarelo para o zagueiro argentino.

Com os dois times praticamente igualando a posse de bola (51% a 49% para o Grêmio) e nas finalizações (4 a 3 também para o Tricolor), o primeiro tempo terminou com o placar de 0 a 0, que fez jus ao demonstrado pelas duas equipes nos primeiros 45 minutos.

Corinthians marca no começo do segundo tempo

Grêmio e Corinthians voltaram do intervalo sem alterações. E a estratégia do time paulista de esperar um erro para marcar de todo o primeiro tempo acabou funcionando logo no começo do segundo.

Aos 5 minutos, Paulo Roberto pegou a defesa desarrumada, deu a meia-lua em Pedro Geromel, invadiu a área e cruzou para trás, Jô ainda fez o corta Luz para a bola chegar em Jadson. O meia corintiano bateu pelo meio das pernas de Marcelo Grohe e abrir o placar na Arena.

O gol corintiano deixou o time do Grêmio nervoso. O Tricolor até saiu em busca do empate, mas sem muita organização. O Corinthians que já jogava com o tempo a seu favor desde o primeiro tempo passou a usar ainda mais isso a seu favor. Por cera, o goleiro Cássio levou amarelo aos 15 minutos.

A defesa do Corinthians seguia demonstrando boa compactação e dificultando as chegadas do Grêmio. Dessa forma, Ramiro e Luan apostaram nos chutes de fora da área, aos 12 e aos 17, mas não acertaram o alvo.

O Grêmio conseguiu abrir espaço na defesa do Timão aos 19. E foi em uma bela troca de passes até que a bola chegou a Pedro Rocha. Ele cruzou para o meio da área, onde Luan apareceu livre. O atacante gremista bateu Cássio pulou para fazer uma grande defesa e evitar o empate.

Aos 22, o técnico Renato Portaluppi fez a primeira mexida na equipe. Arthur deixou o campo para a e entrada de Fernandinho – Ramiro foi recuado para a função de volante. Fábio Carrille respondeu com Marquinhos Gabriel no lugar de Rodriguinho.

Renato ainda fez mais duas mudanças na equipe gremista. Gastón Fernández e Everton entraram nos lugares de Pedro Rocha e Edílson. Com isso, Ramiro foi para a lateral e o Grêmio terminou o jogo com apenas um volante à frente da área, Michel.

Cássio defende pênalti e garante vitória do Corinthians

Apesar das mudanças ofensivas, o Grêmio seguia sem conseguir criar oportunidades de gol. Mas a grande chance veio aos 37 minutos. Marquinhos Gabriel puxou Pedro Geromel na área. Wilton Pereira Sampaio viu e não teve dúvidas para marcar o pênalti. Luan foi o escolhido para fazer a cobrança. Ele bateu colocado no canto esquerdo, mas Cássio pulou bem e fez a defesa para se consagrar como o grande nome da partida.

Aos 41, Everton ainda tirou o “uh!” da torcida em chute colocado que passou perto do ângulo esquerdo de Cássio. Mas terminou assim mesmo com vitória de 1 a 0 do Corinthians, ainda mais líder do Brasileirão.

Brasileirão 2017 - 10ª rodada

Grêmio - 0

Marcelo Grohe; Edílson (Everton), Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho), Ramiro, Luan e Pedro Rocha (Gastón Fernández); Barrios. Técnico: Renato Portaluppi.

Corinthians - 1

Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Arana; Paulo Roberto (Camacho), Maycon, Jadson, Rodriguinho (Marquinhos Gabriel) e Angel Romero (Clayson); Jô. Técnico: Fábio Carille.

Gols: Jadson (5min/2ºT)

Cartões: Kannemann, Edílson, Geromel (GRE); Rodriguinho, Cássio, Romero (COR)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Local: Arena.


TAGS » Grêmio, Futebol, Esporte