Correio do Povo | Notícias | Grêmio pensa em até seis reforços, mas não quer comprometer finanças

Porto Alegre

32ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

  • 04/12/2018
  • 07:55
  • Atualização: 08:04

Grêmio pensa em até seis reforços, mas não quer comprometer finanças

Presidente Romildo Bolzan descartou temporada de "mão aberta" em 2019

Grêmio pensa em até seis reforços, mas não quer comprometer finanças | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP

Grêmio pensa em até seis reforços, mas não quer comprometer finanças | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Grêmio não vai mudar a política de contratações para 2019. O fato de o clube comemorar a boa saúde financeira não significa que a direção vai extrapolar nos gastos com novas aquisições de jogadores. A intenção é trazer de cinco a seis reforços em nível de titularidade, mas sem comprometer o equilíbrio das finanças.

“Não vai ser a temporada da ‘mão aberta’. O perfil de conduta do departamento de futebol não será alterado. A nossa filosofia segue sendo a mesma dos anos anteriores”, diz o presidente Romildo Bolzan Júnior. O clube vai vasculhar no mercado, prioritariamente, atletas que venham apenas pelos salários, sem que o clube tenha que arcar com valores altos pelos direitos econômicos.

“Nós temos crédito, criamos crédito, podemos trabalhar no custeio dos negócios, nos prazos dos contratos”, acrescenta Bolzan. O equilíbrio das contas, que tornou o Grêmio um clube com maior credibilidade no mercado, e o sucesso dentro de campo são fatores importantes nas negociações de atletas.

Primeiro reforço vai para o grupo de transição 

O Grêmio estuda uma possível troca com o Corinthians envolvendo Juninho Capixaba e Marinho. O lateral-esquerdo ficaria em definitivo na Arena, com o atacante indo para São Paulo, mas não há nada concreto. O primeiro reforço para o próximo ano chegará para o grupo de transição. É o meia Guilherme Dantas, de 20 anos, que atuava pelo Juventus-SP e tem passagem pela base do Benfica, de Portugal. O Tricolor vai seguir o exemplo deste ano e escalar o time de transição nas primeiras rodadas do Campeonato Gaúcho de 2019. A intenção é prolongar a pré-temporada do elenco principal.