Correio do Povo | Notícias | Versatilidade e experiência justificam possível renovação de Leo Moura e Cícero

Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

  • 05/12/2018
  • 09:03
  • Atualização: 09:27

Versatilidade e experiência justificam possível renovação de Leo Moura e Cícero

Lateral é o mais próximo de fechar acordo com o Grêmio

Versatilidade e experiência justificam possível renovação de Leo Moura e Cícero  | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP

Versatilidade e experiência justificam possível renovação de Leo Moura e Cícero | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Rafael Peruzzo

A temporada acabou para o Grêmio, mas o dirigentes já trabalham para montar a equipe de 2019. Além de contratações, o técnico Renato Portaluppi quer contar novamente com alguns atletas do atual grupo, principalmente pela experiência e pela versatilidade. São os casos de Leo Moura e Cícero. 

Os dois jogadores são de confiança de Renato e, apesar de terem idade avançada, se mostraram bastante úteis em 2018. Aos 40 anos, o lateral-direito Leo Moura está finalizando um acordo com o clube para jogar mais uma temporada no Tricolor. A negociação está bem adiantada. Além dele, o meia Cícero, de 34 anos, é outro que nos próximos dias pode assinar a renovação por mais um ano. A dificuldade seria o alto salário do atleta. O Grêmio pretende rejuvenescer o grupo de jogadores, mas sem abrir mão da experiência de alguns atletas.

Definindo essas duas situações, o Grêmio só terá mais um jogador com contrato encerrando. Trata-se do meia Douglas, outro veterano. Nesse caso, a possibilidade maior é pela saída do atleta. O Vasco já demonstrou interesse. O zagueiro Bressan, como já era esperado, está de saída do Grêmio. E em definitivo. Alguns detalhes separam o jogador de um acerto com o FC Dallas, time da Major League Soccer (MLS), dos Estados Unidos. Bressan ficou em situação insustentável no Grêmio após a eliminação na Libertadores da América, quando cometeu um pênalti e foi expulso na derrota para o River Plate, na Arena.