Correio do Povo | Notícias | Renato evita dar nomes de reforços, mas quer Grêmio fortalecido em 2019

Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

  • 06/12/2018
  • 13:12
  • Atualização: 13:48

Renato evita dar nomes de reforços, mas quer Grêmio fortalecido em 2019

Treinador disse que ainda mantém sonho de treinar o Flamengo

Renato evita dar nomes de reforços, mas quer Grêmio fortalecido em 2019 | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP

Renato evita dar nomes de reforços, mas quer Grêmio fortalecido em 2019 | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, está de férias, mas a diretoria segue trabalhando para temporada 2019. Nesta quinta, o treinador salientou a importância de manter os atletas do atual grupo e de fazer novas contratações, que poderão colocar o time em condições de disputar títulos novamente. 

"Todo ano você precisa de reforços. Para o Grêmio, tudo é muito caro e tem outros clubes interessados nos jogadores. A tendência é manter quase todo mundo, mas vamos nos fortalecer. É preciso ter um elenco forte para brigar por títulos. O André (Zanotta, diretor de futebol) sabe com quem eu gostaria de trabalhar", disse em entrevista para a ESPN Brasil na saída do curso Licença Pro da CBF. Questionado se sugeriu o nome do meia Diego, do Flamengo, para o Tricolor, Renato desconversou e disse que não irá citar normes de possíveis reforços.   

Renato ainda comentou a negociação com Flamengo, que não teve um desfecho positivo. O treinador acabou renovando por mais um ano com o Grêmio. "O sonho de treinar o Flamengo eu ainda tenho. Quase foi dessa vez. No momento, preferi ficar no Grêmio por motivos que não quero revelar", acrescentou. 

O comandante gremista ainda negou que o vazamento da negociação tenha colaborado para a negativa em assumir o comando do Rubro-Negro. "Não tem nada a ver. Eu tive um contato muito bom com as pessoas do Flamengo. Não foi isso que pesou. As pessoas foram muito educadas comigo", garantiu.